Famílias carentes recebem hortaliças produzidas por internos da Susipe

12/11/2019 20h24 - Atualizada em 13/11/2019 10h56
Por Vanessa Van Rooijen (SUSIPE)

Moradores de área carente do bairro da Terra Firme, em Belém, foram beneficiados pelo Projeto Feira Livre, desenvolvido pela Diretoria de Reinserção Social (DRS), da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe). Foram doadas, no sábado (09), hortaliças cultivadas por internos da Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel (CPASI), localizada no Complexo Penitenciário de Santa Izabel, na Região Metropolitana de Belém. A ação foi realizada por meio do Programa Territórios pela Paz (TerPaz), desenvolvido pelo governo do Estado para combater a violência e a vulnerabilidade social.

A ação resultou da parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), que ofereceu aos moradores assistência médica. “O Projeto Feira Livre é mais uma iniciativa da Susipe dentro do TerPaz. Tudo é produzido por custodiados da Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel e vendido nas feiras livres a preços mais baixos do que os aplicados no mercado. Nesta primeira ação do projeto na Terra Firme, decidimos contemplar a comunidade com a doação dos produtos, o que foi muito bem recebido pelos cidadãos. Ao mesmo tempo que realizamos a reinserção social de pessoas privadas de liberdade, por meio do trabalho, contribuímos de alguma forma com a alimentação das famílias do bairro”, explicou o diretor de Reinserção Social, Belchior Machado.

Kelly Macedo recebeu um kit de hortaliças com chicória e jambuA dona de casa Kelly Macedo foi em busca de atendimento médico, mas também recebeu chicória e jambu. “Achei muito bom para as pessoas carentes da comunidade. É muito importante o esforço e a dedicação de cada interno para estar nesse projeto", disse Kelly Macedo.

Segundo a coordenadora local do TerPaz Terra Firme, Gabriella Oliveira, as ações foram eficientes. “Foi uma atividade de saúde, então temos que entregar alimentação saudável. A Susipe trouxe as hortaliças para somar com a ação, que foi muito boa. Todos foram atendidos”, contou.

Com colaboração de Fernanda Cavalcante.