Governo reativa, temporariamente, retorno na BR-316 no período de Círio

07/10/2019 13h37 - Atualizada em 08/10/2019 12h12
Por Michelle Daniel (NGTM)

Com a chegada da semana do Círio de Nazaré, o Governo do Pará redobra a atenção com a circulação de pedestres na BR-316. Nos primeiros 10,8 kms da rodovia, onde acontecem as obras de requalificação da via, as sinalizações foram reforçadas para que os peregrinos que vem até Belém (a pé ou de bicicleta), vindos de outros municípios, possam se movimentar de forma segura. Segundo a diretoria da festa nazarena, cerca de 4 mil pessoas devem entrar na capital pela BR-316.

Além das peregrinações, a BR-316 também é trajeto de duas importantes romarias: o Traslado para Ananindeua (na próxima sexta-feira) e a Romaria Rodoviária (no sábado), nos dias 11 e 12 de outubro, respectivamente. Para facilitar o tráfego, o Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM) – órgão estadual responsável pela execução das obras, optou por ativar provisoriamente o retorno às proximidades no km-4 da BR, passando o viaduto do Coqueiro, especialmente para os eventos.

Promesseiros precisam ter cuidado ao trafegar pela BR-316Não há previsão de interdições no trânsito no período do Círio, apenas há estreitamentos de pistas, em alguns pontos, devido aos tapumes localizados no canteiro central da rodovia, que protegem trabalhadores, e a população das construções das estações de passageiros, porém estão mantidas as três faixas da BR em ambos os sentidos. Ao todo, são nove pontos isolados com tapumes, sinalização e iluminação adequadas, como determina a regulamentação do trânsito.

Segurança - Os peregrinos devem estar atentos às placas e indicativos de segurança, circulando apenas nas áreas sinalizadas para o fluxo de pedestres. Há pontos em que as faixas de pedestres foram realocadas, por isso é necessário que todos que trafegarem pela BR-316 redobrem a atenção, principalmente os pedestres, para que evitem a circulação pelo canteiro central.

Veja os pontos de estreitamento de pista na BR-316:

Estação 4 - próximo ao Líder da BR;
Estação 6 - em frente à Unimed;
Estação 7 - em frente à antiga arena Yamada;
Estação 8 – em frente à entrada de Águas Lindas;
Estação 9 - em frente ao Seminário PIO X;
Estação 10 - em frente ao Ministério Público de Ananindeua;
Estação 11 -  em frente à Prefeitura de Ananindeua;
Estação 12 - em frente ao Mercado de Ananindeua;
Estação 13 – entre à avenida Independência e Alça Viária;

Quem chegar pela BR-316 de bicicleta deve utilizar as ciclofaixas. Na ausência delas, deve se manter na lateral direita da via, no sentido de deslocamento dos veículos, nunca na contramão. Uma dica é também preferir roupas claras e com partes refletivas, para facilitar a visualização dos ciclistas.

Obra - Ao longo dos primeiros 10.8km da rodovia serão implantadas calçadas arborizadas e ciclovias em ambos os sentidos, além de 13 passarelas com acessibilidade, 13 conjuntos de estações de passageiros para os ônibus do BRT Metropolitano, dois terminais de integração (em Ananindeua e Marituba), quatro túneis (dois em cada terminal) de acesso dos ônibus do BRT para os terminais, o Centro de Controle Operacional que fará a operacionalização dos sistemas de BRT municipal e metropolitano - futuramente integrados -, e duas novas pistas em ambos os sentidos com faixa exclusiva no canteiro central. A drenagem será refeita e a BR-316 ganhará nova urbanização.