Hospital realiza mutirão de mamografia para mulheres de Igarapé-Miri

07/09/2019 13h51 - Atualizada em 07/09/2019 14h32
Por Adrielle Sousa (HMIB)

Cerca de 40 exames foram feitos em mulheres a partir de 40 anosO Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan, do governo do Estado, promoveu, na sexta-feira (6), mais um mutirão de mamografias. Cerca de 40 exames foram realizados em mulheres a partir de 40 anos, moradoras do município de Igarapé-Miri. O procedimento é o mais eficiente na detecção precoce do câncer e outras alterações na mama, e deve ser realizado anualmente.

As mulheres atendidas foram agendadas previamente via sistema de regulação do município de origem. Elas apresentaram cópias originais da carteira de identidade, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), comprovante de residência e encaminhamento do médico.

A ação contou também com uma palestra sobre alimentação saudável ministrada pela nutricionista Danielly Souza. O objetivo foi destacar a importância de uma nutrição correta, como método auxiliar e de orientação na prevenção de doenças futuras, como câncer de mama, e doenças crônicas transmissíveis.

A voluntária Lia Apolaro realizou ainda uma dinâmica com dobras de papel e leu poemas para as usuárias, enquanto aguardavam a realização do exame. “Destaquei a valorização da mulher através dos poemas, para elas entenderem que são importantes e especiais e, por isso, precisam se cuidar. Pedi que fizessem dobras de papéis que representassem seus sonhos, memórias e histórias, para entender como elas se expressam”, conta.

A dinâmica tem a intenção de trabalhar a autoestima. “Elaboramos essa técnica, especialmente, para este mutirão, pois são mulheres de localidades um pouco mais distantes e que, muitas vezes, precisam de orientações, mas também de apoio emocional e de momentos de alegria", completa Lia.

Estrutura

Inaugurado no dia 21 de setembro de 2018, o hospital está localizado na cidade de Barcarena, no Pará, 114 km distante da capital Belém. Mantida pelo governo do Estado, é uma unidade hospitalar pública que atende média e alta complexidades.

O público alvo são mulheres gestantes e recém-nascidos. Sua abrangência inclui 11 municípios do Baixo Tocantins: Abaetetuba, Barcarena, Igarapé-Miri, Moju, Baião, Cametá, Limoeiro do Ajuru, Mocajuba, Acará, Ponta de Pedras e Oeiras do Pará.