Centro de Reabilitação conquista certificação por ampliar segurança do paciente

21/08/2019 16h59 - Atualizada em 21/08/2019 22h50
Por Vera Rojas (HEMOPA)

A equipe multiprofissional do Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação (CIIR) utiliza uma ferramenta de trabalho inédita no Pará na notificação de eventos adversos, que ajuda na prevenção de novas ocorrências e aumenta a segurança do paciente. Isso resultou na conquista de certificado internacional durante o I Simpósio Internacional de Implementação de Evidências em Saúde, realizado na Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (EEUSP), em São Paulo (SP), e promovido pelo Instituto Internacional “A Joanna Briggs Institute Centre Of Excellence”.

O certificado internacional foi recebido em agosto. Os autores do trabalho são Leisson Pinheiro, José Neto, Paola Reyes, Dilton  de Farias e Gal Carolina Alho.

O certificado internacional reconhece o trabalho realizado no CIIRDe acordo com Leisson Pinheiro, coordenador do Núcleo da Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP) do CIIR, Safety Cross System é o nome da ferramenta de gestão de notificação de incidentes para segurança do paciente, desenvolvida exclusivamente pelo Centro Integrado desde maio deste ano, para tornar o ambiente assistencial cada vez mais seguro.

Na prática, os dados das ocorrências registradas são repassados ao NQSP, que após reunir com gestores e lideranças de todos os setores, para debater cada caso, gera um plano de melhorias para prevenção de eventuais situações adversas envolvendo pacientes assistidos, entre as quais quedas e falhas na identificação de usuários. “O resultado desse trabalho é atualizado mensalmente e exposto, democraticamente, nos quadros do Safety Cross System, afixados em locais estratégicos do Centro de Reabilitação, para visualização de todos”, informou Leisson Pinheiro.

Qualidade - Ao parabenizar a equipe do CIIR, o diretor executivo da instituição, José Neto, ressaltou a importância da metodologia de trabalho. “Sem dúvida nenhuma que projetos para segurança do paciente fomentam discussão de casos internos, que melhoram as tratativas dos eventos adversos. Isso melhora cada vez mais a qualidade da assistência, atendendo às boas práticas de gestão que pautam as diretrizes institucionais”, frisou José Neto.

Para o gestor, a composição de parcerias é uma importante aliada na implementação da qualidade dos processos e seus resultados, entre elas a atuação em conjunto com o Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP).

José Neto ressaltou sua satisfação ao ver a produção científica de sua equipe ganhar destaque em eventos nacionais e internacionais. “Isso coloca a unidade como referência nacional em vários aspectos, inclusive na segurança do paciente, que é o foco de nossa assistência. Portanto, é uma grande honra fazer parte dessa iniciativa e parabenizar a equipe pelo envolvimento e conhecimento científico, para que em 2020 haja mais engajamento no circuito nacional de pesquisa, publicação de trabalhos e artigos do gênero”, acrescentou.O Centro oferece atendimento gratuito a pessoas com vários tipos de deficiência

Estrutura – O CIIR oferece, em um único complexo, atendimento para pessoas com deficiência física, mental, intelectual, auditiva e visual, em todas as faixas etárias. São diversas especialidades, tecnologias e estrutura de última geração, associadas à qualidade, segurança e humanização, apenas para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os usuários podem ter acesso aos serviços por meio de encaminhamento das Unidades de Saúde, acolhido pela Central de Regulação de cada município, que por sua vez encaminhará à regulação Estadual, onde o pedido será analisado conforme o perfil do usuário, via Sistema de Regulação. Não há atendimento espontâneo ou qualquer tipo de inscrição ou cadastramento no CIIR.

Serviço: O CIIR funciona na Rodovia Arthur Bernardes, 1.000. Mais informações: (91) 4042-2157/58/59.