Oitava edição da Vitrine Artesanal reúne mais de 90 produtores

09/08/2019 18h05 - Atualizada em 09/08/2019 22h11
Por Rodrigo Reis (EMATER)

Plantas ornamentais, biojoias e frutas regionais estavam entre os produtos comercializadosMais de 90 produtores rurais de Ananindeua, Benevides, Santa Bárbara, Santa Izabel, Castanhal, Bragança e Ponta de Pedras participaram, na manhã desta sexta-feira (9), da oitava edição da Vitrine Artesanal, feira agroecológica de produção da agricultura familiar. O evento é realizado pelo escritório regional da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado (Emater) das Ilhas e ocorreu no ginásio poliesportivo de Marituba, na Região Metropolitana de Belém (RMB). 

A iniciativa contou com a parceria da prefeitura e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Para o artesão de Santa Bárbara do Pará, Sérgio do Livramento, morador da comunidade Expedito Ribeiro, a feira serve como uma verdadeira "vitrine", para dar visibilidade aos trabalhos dos produtores. "É a segunda vez que participo e acredito que meu trabalho, a partir da exposição, está sendo mais reconhecido e isso é bom porque ganho clientes. Vou voltar satisfeito para casa e pretendo participar de todas as ações que puder", contou.

A feira comercializou produtos com preços até 50% mais baixos do que os praticados no mercado convencional, como plantas ornamentais, biojoias, frutas regionais in natura (cupuaçu e pupunha, por exemplo), derivados de mandioca (tucupi e beiju, entre outros), galinha caipira, filé de peixe e pirarucu.A feira agroecológica reuniu produtores de sete municípios

De acordo com o coordenador do evento, Elielson Farias, do escritório da Emater de Marituba, a ideia é aproximar o consumidor dos produtores "e, com isso, possibilitar que eles criem e mantenham uma relação de confiança para vender seus produtos". Ele informa ainda que a proposta é realizar uma feira a cada mês, em diferentes órgãos da administração pública.