Ophir Loyola celebra os pais com serviços de beleza e bem-estar

09/08/2019 14h27 - Atualizada em 09/08/2019 17h05
Por Lívia Soares (HOL)

Ações foram voltadas para os pais que estão em tratamento e para os que trabalham no hospitalA sala multiuso do auditório Luiz Geolás, do Hospital Ophir Loyola, se transformou em um verdadeiro centro de estética, na manhã desta sexta-feira (9). Tudo para promover uma manhã de cuidados de beleza para os pais que estão em tratamento e para os que trabalham no HOL. O evento "A Beleza de Ser Pai" contou com mais de 80 voluntários que atuaram em ações voltadas para o bem-estar e beleza.

O público contou com a oferta de serviços como massagem relaxante, corte de cabelo, barbearia, design de sobrancelhas e higienização facial.  A programação buscou reduzir o impacto da rotina hospitalar, promover momentos agradáveis e elevar a autoestima de servidores, pacientes em atendimento ambulatorial e, principalmente, aqueles em período de internação que vão passar o Domingo dos Pais afastados da família.

O diagnóstico de câncer limita a vida social, a ansiedade e o estresse são comuns em pacientes submetidos a tratamentos por longos períodos. Os comparecimentos aos consultórios médicos, exames e procedimentos terapêuticos constantes transformam o cotidiano dos enfermos.

Além dos serviços de estética, foram ofertadas a técnica do Johrei e a arte com flores chamada ‘Ikebana Sanguetsu'A coordenadora da Divisão de Eventos Socioculturais, Sildete Cruz, afirma que, geralmente, a realidade dos pacientes internados durante datas especiais é triste e solitária, busca-se, então, quebrar a rotina hospitalar. “A ideia é mudar esse contexto com uma manhã alegre com a finalidade de assistir pacientes, acompanhantes e servidores com tratamentos de beleza.  Os pacientes com longos períodos de internação precisam de um suporte desde o corte de cabelo até a retirada da enfermaria para interagir com os voluntários”, explica.

Carlos Félix, 66 anos, faz tratamento contra um câncer de pele e aproveitou a ação para cortar o cabelo. "Tem muitas pessoas que não têm condições de arcar com tratamentos como estes que estão sendo oferecidos aqui. É muito importante, faz me sentir bem." Outro que estava aproveitando os serviços de beleza foi Estevão Barbosa. Servidor do hospital há 30 anos, já tinha passado pela higienização facial e aguardava para receber a massagem. "Para nós, a promoção de um evento para os pais é sinônimo de valorização dos servidores", disse.

A agente administrativa do hospital, Patrícia Silva, participou de toda elaboração do evento e contato com o voluntariado. “A ação foi pensada com a equipe de eventos, pois também trabalho com estética e participo de um grupo de voluntários com ações sociais voltados para essa área. Sabemos o quanto os pacientes ficam felizes, resgatamos um pouco da autoestima e colocamos um sorriso no rosto dessas pessoas. É extremamente gratificante, nos doamos para ajudar ao próximo”, afirmou.

Além dos serviços de estética, foram ofertadas aos pacientes em atendimento ambulatorial, a técnica do Johrei, que visa levar a luz divina por meio da imposição das mãos e a arte ‘Ikebana Sanguetsu’, prática associada à preparação de pequenos arranjos florais que ajudam a amenizar o estresse e a ansiedade.