Imprensa Oficial entrega à OAB cartilhas de combate à violência sexual no Marajó

23/07/2019 17h07 - Atualizada em 24/07/2019 12h44
Por Julie Rocha (IOE)

O presidente da Imprensa Oficial do Estado (Ioepa), Jorge Panzera, entregou, na manhã desta terça-feira (23) cartilhas, gibis e cartazes do projeto "Violência Sexual contra crianças e adolescentes é crime!", da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PA). Fruto de uma parceria entre OAB e Ioepa realizada em maio, o material pedagógico será lançado em agosto, em Belém, e depois será distribuído nos municípios de Breves, Portel e Curralinho, no Marajó.

Segundo o presidente da Comissão de Comissão de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente da OAB, Ricardo Melo, toda a campanha tem como foco principal a região do Marajó, considerada a de maior incidência de violência e de abuso contra crianças e adolescentes, conforme informações do Plano Estadual de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescente.

"A partir daí, procuramos uma linguagem mais próxima das crianças e criamos um gibi com três personagens sobre a história de um padrinho que abusou de uma menina. A professora detectou o abuso e levou para a situação para a família e para o conselho tutelar", explicou ele, sobre a criação do HQ Pedagógico "Dico & Mariá em Conte pra Alguém", voltado parta estudantes do Ensino Fundamental da Rede Pública de Ensino.

Já a cartilha "Violência Sexual contra crianças e adolescentes é crime!" foi elaborada para orientar os professores do Marajó e apresenta tópicos sobre os tipos e causas da violência sexual, identificação e consequências do abuso sexual. Também dá orientações sobre como o professor deve agir para acolher a vítima sem pré-julgamentos e como romper com o silêncio, enfatizando que os abusadores devem ser responsabilizados pelos seus atos.

Segundo o presidente da OAB, Alberto Campos, o projeto é parte dos compromissos assumidos com a interiorização dos serviços da OAB no trabalho das 92 comissões que recebem demandas da sociedade civil. "Essa parceria com a Imprensa Oficial veio proporcionar com que nós conseguíssemos chegar a algumas políticas que a ordem utiliza nas mais longínquas regiões do Estado. Vamos começar pelo Marajó, mas precisamos estender a todas as 25 subseções da OAB que temos pelo Pará", informou ele.

O lançamento da campanha está previsto para o dia 19 de agosto com um seminário sobre Educação, Violência e Atendimento à Rede da Criança e do Adolescente, em Belém. A partir de setembro, será divulgado em caravana pelas cidades marajoaras escolhidas pelo projeto.

Durante a entrega do material, o presidente da Imprensa Oficial, Jorge Panzera, reforçou a importância da parceria e de contribuir para "um projeto de combate à violência sexual, de uma das entidades da sociedade civil organizada mais importantes do país, que trabalha com um conjunto de direitos da população", comentou ele, ao reforçar o convite para que a campanha da OAB também seja lançada no estande da Ioepa, na 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes.