Semana Estadual de CT&I e Desenvolvimento é marcado pela diversidade de assuntos debatidos

26/06/2019 13h34 - Atualizada em 26/06/2019 16h36
Por Fernanda Graim (SECTET)

p Durante a abertura do segundo dia da Semana Estadual, o Diretor de Ciência e Tecnologia da Sectet, Deméthrius Lucena, ressaltou a importância da realização de momentos como este, que promovem a integração entre academia, poder público e inciativa privada em um debate acerca da importância da educação, ciência, tecnologia e inovação (CT&I) para o desenvolvimento do estado. "Precisamos incluir a agenda de CT&I na educação desde os níveis mais básicos até a aplicação. A Secretaria também está realizando eventos específicos, como o Desenvolve Pará, que promove o encontro entre pesquisador, produtores e exportadores, por exemplo. Precisamos estar integrados para criar novos produtos e trocar conhecimento. O Pará precisa do nosso conhecimento para gerar desenvolvimento", enfatizou.

O evento prosseguiu, pela manhã, com uma Vitrine Tecnológica em que estiveram expostas quatro tecnologias previamente selecionadas e que já possuem pedido de proteção intelectual por parte do Nitt Uepa. Paralelamente, a rodada de palestras começou com a Mesa 1, na qual foi abordado o "Marco Legal da Inovação Tecnológica: Reflexos das legislações nacional e estadual na ICTs da Amazônia Oriental", que teve como palestrantes o vice-presidente da Comissão de Propriedade Intelectual e Inovação da OAB/PA, Alexandre de Carvalho; o assessor técnico da Sectet, Wander Oliveira; e o diretor presidente do PCT Guamá, Rodrigo Quites, que também mediou o debate.

A Mesa 2 destacou a "Valoração e transferência de produtos e processos protegidos na Amazônia" e contou com a presença de Laércio Gomes, do Instituto Federal do Pará (IFPA); Gonzalo Enríquez, da Agência de Inovação Tecnológica da UFPA (Universitec); Sheila Melo, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); novamente Wander Oliveira, da Sectet; e Graça Ferraz, da Rede Namor, como mediadora. Ainda, durante toda a manhã, ocorreu o Seminário de Segurança Pública que teve como tema "Videomonitoramento – A iconografia como prova técnica na investigação criminal".

No período da tarde, a programação foi preenchida pela realização da Mesa 3: "A indicação geográfica enquanto política de apoio ao desenvolvimento territorial". Para debater sobre o assunto estiveram presentes o titular da Secretaria de Turismo (Setur), André Dias; a coordenadora do Fórum Técnico Estadual de Indicações Geográficas e Marcas Coletivas, Márcia Tagora; o presidente da ACTA de Tomé-Açu, Yasuhiro Onishi; e Alexandre Carvalho, da OAB/PA, como mediador. Ocorreu também uma apresentação sobre "Telessaúde: uma ferramenta na APS", a qual é uma ação nacional que busca melhorar a qualidade do atendimento e da atenção básica no Sistema único de Saúde (SUS), por meio de integração de ensino e serviço com ferramentas de tecnologia da informação.

Programação – A programação da Semana Estadual prosseguiu nesta quarta-feira, 26, ainda no PCT Guamá, com uma mesa redonda sobre tecnologias sociais, uma homenagem à Dra. Sabina da Memória e uma oficina de robótica. Já nesta quinta-feira, 27, a programação ocorre em três lugares diferentes. No Sebrae, haverá o Seminário Desenvolve Pará, com debates sobre os avanços e desafios da cadeia do açaí. No auditório da Faepa, o seminário destacará a implantação da rede de Assessores Municipais de Inovação – AMI. Por fim, na Sudam, as palestras vão girar em torno dos temas inovação e empreendedorismo. A programação completa está disponível em: www.sectet.pa.gov.br.

O evento, que começou na última segunda-feira, 24, e vai até amanhã, 27, é realizado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) em parceria com a Rede de Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) do Estado do Pará, a Universidade do Estado do Pará (Uepa), o Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá), o Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequenas Empresas (Sebrae no Pará), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural no Pará (Senar/PA), a Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) e o gabinete do deputado estadual Dirceu Ten Caten, autor da lei nº 8.841, de 8 de abril de 2019, que institui a Semana.