Visitação de lotes do PCT-Guamá inicia nesta terça (23)

22/04/2019 15h42
Por Redação - Agência PA (SECOM)

Começa nesta terça-feira (23), a rodada de visitas por empresas interessadas em concorrer ao chamado edital de lotes do Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá, localizado em Belém (PA), na avenida Perimetral, bairro da Terra Firme. 

A agenda de visitação, que segue até o dia 29 de abril, será destinada aos interessados em concorrer ao processo que permitirá a construção de prédios na área do Parque, primeiro e único ambiente destinado à pesquisa, negócios e inovação a entrar em operação na região Norte. 

As chamadas são voltadas a organizações empresariais, governamentais ou da sociedade civil organizada, dedicadas a atividades científico-tecnológicas, de desenvolvimento e inovação, de base tecnológica ou de impacto socioambiental com foco, preferencialmente, nas áreas de:

- Tecnologias da Informação e Comunicação

- Biotecnologia

- Energia

- Tecnologia Mineral

- Sustentabilidade

"Um Parque de Ciência e Tecnologia é um ambiente de criatividade e inovação onde estão instaladas startups, empresas tecnológicas, instituições de pesquisa, laboratórios avançados de pesquisa e desenvolvimento e agências de fomento à inovação. É o local ideal para quem quer inovar e se destacar no mercado", destaca o diretor-presidente da Fundação Guamá, gestora do Parque, Rodrigo Quites Reis.

Edital – De acordo com o edital, publicado no final de março pela Universidade Federal do Pará (UFPA), os interessados em concorrer aos terrenos devem realizar uma visita técnica, a fim de conhecer todas as informações e condições locais da área. A inspeção precisa ser marcada com antecedência mínima de 24h, por meio do telefone (91) 3321-8900.

Ao todo, são 26 lotes a serem ocupados por meio da modalidade conhecida por concessão onerosa, uma forma de utilização de área pública mediante pagamento de uma contrapartida financeira. Os terrenos têm dimensões que variam de 2 a 7 mil metros quadrados. 

A abertura da licitação será no dia 30 de abril de 2019, às 10h, na sala da Comissão Permanente de Licitação da UFPA, no Campus Universitário do Guamá, em Belém. As empresas ou instituições que apresentarem maior oferta mensal de valor por metro quadrado vencerão a concorrência pública.

A íntegra do edital e seus anexos estão disponíveis no Portal de Compras do Governo Federal (www.comprasnet.gov.br), pelo link http://www.comprasnet.gov.br/acesso.asp?url=/edital-153063-3-00001-2019.

Vantagens – As empresas e as demais organizações instaladas no Parque de Ciência e Tecnologia Guamá são incluídas no Programa de Criação e Desenvolvimento de Empresas, conhecido como "Guamá Business". Por meio desse programa, elas acessam serviços como mentorias (orientações prestadas por profissionais da equipe do PCT Guamá e profissionais e empreendedores credenciados), consultorias com descontos, assessoria técnica, atividades de qualificação (cursos, oficinas, palestras e treinamentos), reserva de espaços para a realização de eventos próprios. Podem também obter apoio para a criação de uma rede de parcerias, com a participação de contatos locais e nacionais.

Outra vantagem para os empreendimentos instalados no PCT Guamá diz respeito aos descontos nos serviços tecnológicos prestados por laboratórios avançados de pesquisa e desenvolvimento, em áreas como biotecnologia, alimentos e energia.

A residência em parques tecnológicos e incubadoras de empresas também confere competitividade em alguns editais nacionais e acesso a fundos de investimento.  

Sobre o PCT Guamá – Resultante da parceria entre a UFPA e o governo do Pará, o PCT Guamá tem como principal objetivo o de estimular a pesquisa aplicada, o empreendedorismo inovador, a prestação de serviços e a transferência de tecnologia para o desenvolvimento de produtos e serviços de maior valor agregado e fortemente competitivos.

Com uma área de 72 mil metros quadrados, reúne atualmente 15 centros e laboratórios tecnológicos, 38 empresas, 13 startups, instituições de pesquisa e grupos residentes.

Situado entre a UFPA e a UFRA, apresenta espaços voltados para a instalação de pequenos e médios empreendimentos de base tecnológica, laboratórios e centros de pesquisa e desenvolvimento, assim como empreendimentos nascentes (startups) e temporários.

A Fundação de Ciência e Tecnologia Guamá, por sua vez, foi qualificada para realizar a gestão administrativa, financeira, física e ambiental do PCT Guamá. Desde 2009, a Fundação é mantida pelo governo do Estado, por meio de contrato com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet).