Titular da Sectet participa de reunião do Fórum de Instituições de Ensino e Pesquisa do Pará

22/01/2019 15h24
Por Redação - Agência PA (SECOM)

O novo titular da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), Carlos Edilson de Almeida Maneschy, participou, na manhã desta terça-feira (22), de uma reunião extraordinária do Fórum das Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa do Pará. O encontro, que ocorreu na sede da Sectet, teve o objetivo reafirmar a importância do diálogo entre as instituições e o Governo do Pará, além de apresentar alguns questionamentos para a nova gestão.

O reitor da Universidade Federal do Pará (UFPA), que também preside o Fórum, Emmanuel Tourinho, destacou a ausência de uma política mais efetiva de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), apontada como como uma das principais dificuldades enfrentadas pelas instituições para conseguir financiamento. Ele cobrou ainda que as duas entidades que respondem por tal política - Sectet e Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) - atuem de maneira mais integrada.

Diante disso, Maneschy ressaltou que já está atuando nessa integração e por isso, neste primeiro momento, está acumulando os cargos de titular da Secretaria e presidente da Fapespa. Por outro lado, quanto à existência de uma fonte regular de financiamento, o Secretário solicitou o apoio das instituições, no sentido de incentivarem a aprovação, pela Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), do projeto de lei que propõe a destinação de pelo menos 20% da parcela da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) para ações relativas ao desenvolvimento científico e tecnológico.

Reunião - Carlos Maneschy lembrou que, para o Estado, é absolutamente estratégico o avanço da pesquisa no sentido de fazer com que, em primeiro lugar, formem-se cada vez mais profissionais com qualificação suficiente para fazer com que ciência, tecnologia e inovação estejam presentes na vida das pessoas, mudando a vida delas para melhor. Ele explicou que essa compreensão é importante, principalmente porque em um estado como o Pará, cuja vocação econômica tem sido baseada em produção de matéria prima, é necessário fazer a mudança da base produtiva com base no conhecimento.

“Para isso, as Instituições de Ensino e Pesquisa são indispensáveis. Já a Secretaria e o Governo como um todo devem ser um elemento facilitador para criar o ambiente adequado para que isso possa ser promovido de maneira rápida e com maior qualidade. Esta primeira reunião estabeleceu como o Estado pensa, quais são os passos prioritários para que possamos fazer com que CT&I seja um instrumento decisivo e indispensável para um novo momento que se quer no Pará”, explicou o Secretário.

O presidente do Fórum concorda e avaliou com muito positiva a primeira reunião com o novo Secretário. “O diálogo vai contribuir para que tenhamos uma agenda de trabalho para o desenvolvimento da CT&I no estado. Estamos satisfeitos de ter a frente da Secretaria uma pessoa experiente com gestão na área e aberta ao diálogo, capaz de realizar as ações necessárias para que nós, conjuntamente, façamos com que o Pará tenha um avanço significativo do ponto de vista científico e tecnológico, desse modo, impactando no seu desenvolvimento econômico e social”, comemorou Tourinho.

Além do titular da Sectet e do reitor da UFPA, também estiveram na reunião os representantes da Unifesspa, do IFPA, da Uepa, da Unama, do Cesupa, do Instituto Evandro Chagas e do Museu Paraense Emílio Goeldi. Também fazem parte do Fórum a Ufra, a Ufopa e a Embrapa. Também participou da reunião Juarez Quaresma, que auxilia o Secretário Carlos Maneschy na Fapespa.