Notas


Sespa esclarece a necessidade de contratação do Hospital Santa Clara

02/04/2020 21h51
Por Governo do Pará (SECOM)

A Prefeitura de Belém interditou, no dia 11 de março, dois setores específicos do Hospital Santa Clara: o centro cirúrgico (Centro de Esterilização de Materiais) e a maternidade. No dia 26 de março, a Prefeitura de Belém desinterditou o Centro Cirúrgico, liberando-o para pleno funcionamento. Manteve a interdição apenas para a maternidade e seus seis leitos.

Diante da emergência em saúde pública em decorrência da pandemia de Covid-19, o governo do Estado considera que o momento é de abrir hospitais e leitos, não de fechá-los ou mantê-los inoperantes.

Assim, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) contratou o Hospital Santa Clara, após a desinterdição parcial, para que seja utilizado exclusivamente como retaguarda para atendimento de casos de baixa e média complexidade de Covid-19.

A Sespa esclarece, ainda, que mesmo desinterditado, não utilizará o centro cirúrgico e tampouco a maternidade e seus leitos. Por cautela, a esterilização de materiais será realizada fora do Hospital, por serviço terceirizado.