Seap inicia padronização nas unidades prisionais de Redenção e Salinas

Com a medida, todas as celas foram revistadas para busca e apreensão de objetos ilícitos

15/02/2020 17h00 - Atualizada em 16/02/2020 13h44
Por Vanessa Van Rooijen (SEAP)

Com apoio do Comando de Operações Penitenciárias (Cope), a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) iniciou, na sexta-feira (14), a padronização no Centro de Recuperação Regional de Redenção (CRRR), no sudeste do Estado. Na última quinta-feira (13), implantação de procedimentos ocorreu no Centro de Recuperação Regional de Salinópolis (CRRSAL). 

Em ambas as unidades, a ação efetivou procedimento de revista em todas as celas para busca e apreensão de objetos ilícitos. Todos os 251 internos de Redenção e os 207 de Salinas foram submetidos às regras, atendendo à ordem e à disciplina.

Centro de Recuperação Regional de RedençãoApós a retomada de controle, houve a revista geral. Foram iniciadas ainda a padronização das unidades, com higienização das celas e pavilhões, para posterior uniformização dos internos, bem como a triagem, além de implantações de melhorias estruturais no CRRR e CRRSAL.

A implantação de procedimento é uma ação realizada pela Seap nas unidades penitenciárias do Estado para garantir o controle e a ordem, bem como promover a dignidade da pessoa privada de liberdade, com base na Lei de Execuções Penais (LEP).

As duas unidades estão com suspensão de visitas. Em Redenção, as visitas estão suspensas por 15 dias. Já em Salinas, a suspensão ocorrerá por 30 dias.