Nova sede da Corregedoria Geral da Policia Militar é inaugurada

12/06/2019 16h58 - Atualizada em 13/06/2019 11h05
Por William Serique (GABGOV)

Prédio da Corregedoria possui 18 comissões para atuar em demandas da região metropolitana"Sou policial militar desde 1997, vou completar 22 anos na instituição e na Corregedoria já estou há 8, trabalhando desde janeiro de 2011. Pra mim, é um orgulho fazer parte desta equipe", disse com êxtase o major Marcelo Mangas, durante a inauguração da sede da Corregedoria Geral da Policia Militar, que ocorreu nesta quarta-feira (12), em Belém. A cerimônia, que celebrou também os 26 anos da instituição, contou com a participação do governador do Estado, Helder Barbalho, além de outras autoridades.

O novo prédio, localizado na avenida Magalhães Barata, no bairro de São Brás, é secular, com 107 anos, fundado na época do ciclo da borracha. Locado pelo governo do Estado, o espaço vai receber denúncias de todo o Pará, apesar de haver municípios pólos, com outras subsedes, como Marabá e Santarém.

O ambiente passou por uma reforma para sediar a Corregedoria, onde vão funcionar o gabinete do corregedor geral, seções de pessoal, logística, cartório e as diversas comissões de correição dos comandos de policiamento sediados na Região Metropolitana, além da comissão de correição do Comando de Policiamento Regional XII, localizado no arquipélago do Marajó. O prédio conta com uma área de estacionamento para 70 veículos.

Diretamente vinculada ao comandante-geral, a Corregedoria-Geral da Polícia Militar é o órgão correcional da instituição e objetiva a orientação, prevenção e fiscalização das atividades funcionais e da conduta profissional, que busca o aprimoramento da ética, da disciplina e da hierarquia entre os integrantes da corporação.

Marcelo Mangas justificou sua felicidade em trabalhar no órgão, ao relatar que, para fazer parte da Corregedoria, o primeiro passo é ter uma carreira limpa, digna, além do compromisso de fazer a Polícia Militar uma instituição melhor cada dia.

Espaço secular foi reformado para sediar o órgão"Infelizmente, nós temos problemas, como qualquer instituição possui, e o nosso papel é depurar justamente essas situações, que são atípicas. É um sonho ver essa inauguração que lutamos para ser realidade, já que a gente esbarrava em burocracia e contenção de despesas. Mas, finalmente, nesse governo, conseguimos esse marco histórico. Temos espaço próprio, mais liberdade, novos ambientes, um local de acolhimento melhor para as pessoas que nos procuram", destacou o major PM.

Instituição – A cerimônia de inauguração também celebrou os 26 anos de existência da Corregedoria, que nunca teve uma sede própria, estando integrada a outras unidades da Polícia Militar ou Polícia Civil. Porém, com o passar dos anos, o órgão cresceu, interiorizou e hoje está presente em todas as regiões. Ela é responsável pela correção e pelo trabalho preventivo junto a mais de 17 mil policiais militares.

O corregedor geral da Polícia Militar, coronel Albernando da Silva, ressaltou o trabalho e a importância da instituição. "Ano passado, adotou-se mais de 6 mil atos disciplinares em todo Estado, por isso, necessitávamos de uma sede nova, com condições de trabalho, com dignidade, o que foi proporcionado neste governo. Hoje, a gente tem que agradecer por essa possibilidade, já que a Corregedoria é importante para todos e muito mais para a sociedade".

Cerimônia de inauguração celebrou também os 26 anos da CorregedoriaEm 2018, foram registrados mais de 3 mil atos, entre inquéritos, sindicâncias e processos disciplinares. O levantamento é feito ao final de cada ano. Um gráfico verifica os casos mais recorrentes de desvios de condutas, onde o trabalho é focado, além da atuação de forma repressiva, ou seja, instaurando procedimentos de investigação e demissionário, por exemplo, e processos para outras punições, dependendo da transgressão cometida pelo policial.

Para o comandante geral da Polícia Militar no Pará, coronel Dilson Júnior, "a sede é muito importante porque dá condições de trabalho". Segundo ele, o espaço antigo, que funcionava no complexo da Delegacia Geral da Polícia Civil, já estava pequeno. "Trabalhamos com processos e eles precisam estar bem acondicionados, ter segurança para que não se extravie nenhum tipo de documento ou perícia. Pra nós, é motivo de alegria, um compromisso do nosso governador de fortalecer a Corregedoria da Polícia Militar e, com isso, uma instituição cada vez mais forte".

Compromisso – O chefe do Poder Executivo, Helder Barbalho, lembrou que o fortalecimento da polícia e a qualidade da mesma é, absolutamente, estratégico para atingir o objetivo de levar paz a população do Estado, além de ser fundamental para as ações de orientações, prevenção e correção, para que a tropa esteja no patamar de qualidade e de comprometimento à altura de servir a sociedade paraense.

Em sua fala, Helder destacou a importância de ações de orientações, prevenção e correção realizadas pela instituição"Nós compreendemos que os resultados são fruto de diversas iniciativas, de polícia presente, próxima da população, da ampliação do nosso efetivo e da estrutura para bem servir a população. Mas também do ato de orientação e, se necessário, de correção para aqueles que, por ventura, não estiverem dentro das linhas de comportamento que partem das premissas de servir a sociedade paraense no uso da farda de policial militar. Todas estas iniciativas, trabalhando de maneira conjunta, permitem os resultados que hoje nos são extremamente relevante, de redução de criminalidade, para garantir um direito da população paraense de viver em paz", afirmou.

Serviço:
Atendimento na Corregedoria Geral da Polícia Militar
Horário: de segunda a sexta-feira, de 9h às 16h
Plantão 24 horas para receber denúncias de qualquer natureza
Local: avenida Magalhães Barata, 1.005, bairro São Brás – Belém