Fapespa e Unama discutem ações para o fomento à pesquisa no Estado

28/01/2015 12h32

A Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará (Fapespa) vem promovendo uma série de reuniões com entidades e instituições das áreas de educação, ciência e tecnologia, para estudar a viabilidade de parcerias que promovam o desenvolvimento da pesquisa no Estado. A medida faz parte do projeto de reestruturação da Fapespa, principal diretriz da atual gestão, a cargo do diretor-presidente Eduardo Costa. Na última terça-feira, 27, o encontro foi com os representantes da Universidade da Amazônia (Unama), e discutiu a possibilidade de fomento às instituições de ensino privadas.

Assim como a Fapespa, a Unama também passa por um momento de reestruturação interna e a abertura de diálogo servirá para o fortalecimento de ambas, assim como para o desenvolvimento do Estado e das políticas públicas. “Acredito que esta parceria seja fundamental para o próprio Estado, já que a Unama tem por missão institucional educar para o desenvolvimento da Amazônia, garantindo uma formação de qualidade e comprometida com o princípio da regionalidade”, afirmou a pró-reitora de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão da instituição, Ana Maria Vasconcelos.

A consolidação da pós-graduação no Pará também foi uma das pautas da reunião. O diretor de Ciência e Tecnologia da Fapespa, Alberto Arruda, apontou a necessidade de visitar as pró-reitorias das universidades com o intuito de adequar os editais da Fundação às demandas do Estado e das Instituições de Ensino Superior e de pesquisa. "Além disso, é importante investir na fixação de mestres e doutores na região Amazônica, para que não se perca o conhecimento desenvolvido na graduação", argumentou.

Além de Ana Maria Vasconcelos, participaram da reunião os coordenadores de pós-graduação da Unama, Emílio Arruda e Mário Vasconcelos. A Fapespa já programou reuniões estratégicas com outros parceiros para a apresentação do plano de trabalho bienal.

Por Redação - Agência PA (SECOM)