Em Cumaru do Norte, piscicultores criam associação para fortalecer cadeia produtiva

12/02/2015 13h42

Trinta agricultores familiares que trabalham com a criação de peixe em cativeiro, em Cumaru do Norte, participarão na manhã desta sexta-feira, 13, de evento na Câmara Municipal para a criação da associação dos piscicultores. A piscicultura é uma atividade que conta com o acompanhamento técnico do escritório local da Emater, que apoia na diversificação da produção local, que têm como base a pecuária leiteira.

O objetivo da criação da entidade é a organização e capacitação dos piscicultores, aquisição coletiva de insumos e acesso a políticas públicas para a consolidação da atividade no município. “A estimativa é que cada produtor associado tenha três ou quatro tanques para produzir seis mil toneladas por ano, a partir de 2016, com um acréscimo de 25% aproximadamente na renda familiar”, diz o chefe do escritório local da Emater em Cumaru do Norte, Leandro Gomes dos Santos.

Sob o acompanhamento do técnico em Aquicultura da Emater, Rafael Ribeiro Moraes, a criação de peixe em cativeiro em dois assentamentos no município (Mata Verde e João Lanari do Val) iniciou com o levantamento das áreas e o trabalho de preparação dos produtores para a construção de 12 tanques, com capacidade para 1.200 peixes cada. A primeira despesca está prevista para novembro. A expectativa é que os produtores tenham acesso, este ano, a recursos do Programa Nacional de Fortalecimento à Agricultura Familiar (Pronaf) para investimento na atividade.

Além dos piscicultores, também participam do evento representantes do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Agropará e prefeitura municipal.

Por Redação - Agência PA (SECOM)