Estado avança na elaboração do Plano Diretor para CT&I e educação profissional

10/03/2015 18h53
Por Redação - Agência PA (SECOM)

Ainda em março deverá seja lançada uma versão preliminar do "Plano Diretor 2015-2019 - Política Estadual para CT&I (Ciência, Tecnologia e Inovação) e Educação Profissional", que está sendo elaborado por dirigentes da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (Sectet) desde o início de fevereiro. A versão preliminar será apresentada aos gestores, parceiros e representantes da sociedade, para se ajustar às diferentes demandas e resultar numa agenda consensual de desenvolvimento do Pará, pautada na educação e no conhecimento científico-inovador.

Entre suas atribuições, o Plano pretende definir as diretrizes que nortearão o incentivo a pesquisas voltadas ao desenvolvimento socioeconômico do Estado. São ações focadas na atração e fixação de especialistas, implantação de redes de pesquisa em áreas estratégicas e concessão de bolsas de formação científica. O objetivo é contribuir para transformar conhecimento em benefícios para a sociedade.

Outra diretriz que merece destaque é o apoio à implantação de novos polos e ambientes de inovação. “Neste aspecto, temos o compromisso de concluir as obras do Parque de Ciência e Tecnologia do Guamá e dar continuidade à implantação de novos parques tecnológicos, laboratórios e incubadoras de empresas”, ressalta o titular da Sectet, Alex Fiúza de Mello. Ainda no setor da inovação, serão executadas ações para incentivar o empreendedorismo inovador em todo o Estado, principalmente aqueles que inovam em processos para agregar valor aos recursos naturais disponíveis.

Para ampliar a conectividade das redes de comunicação nas regiões, o Plano prevê a expansão em pelo menos 1.500 km da rede de fibra óptica do Navegapará, além de aumentar e aperfeiçoar a rede de rádios do Programa. A meta é concluir, também, a Rota Marajó, que se estende até o município de Breves, e concluir a infovia do sudeste do Pará, que chegará ao município de Redenção.

Educação Técnica e Tecnológica – Sobre a educação profissionalizante, a Sectet assume o desafio de reestruturar a política estadual de Educação Profissional, implementando o Pará Profissional e gerenciando, em âmbito estadual, as ações do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Diversas ações serão executadas para avaliar, consolidar, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação técnica e tecnológica. A Diretoria de Educação Técnica e Tecnológica da Sectet tem trabalhado, também, em parcerias e acordos para implantar um sistema de Educação a Distância nos cursos de educação profissional.

Apesar de o novo plano estratégico estar em fase de elaboração, ainda está em vigência o Plano Diretor 2011-2015, portanto as atividades não estão suspensas. “Seguimos trabalhando para dar continuidade ao que já estava previsto, de acordo com as possibilidades do momento, e em atendimento aos novos desafios postos à Secretaria pela recente reforma administrativa", informa o secretário.