Pará apresenta em São Paulo oportunidades de investimentos para empresas japonesas

16/03/2015 16h12

O governador do Pará, Simão Jatene, participa nesta terça-feira (17), em São Paulo (SP), do seminário “Pará: Terra de Oportunidades”, promovido pela Jetro – Japan External Trade Organization, com apoio da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil. O evento será aberto às 14 horas pelo diretor presidente da Jetro no Brasil, Yasuhiro Ishida. O seminário, que será realizado na sede da Câmara de Comércio (Avenida Paulista, 475), contará ainda com apresentação do mapa de oportunidades pelas secretarias de Estado de Turismo (Setur), Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme) e Desenvolvimento Agropecuário e Pesca (Sedap), além dos investimentos já previstos até 2020, pela equipe da Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa).

Também serão apresentadas as perspectivas de investimento com o Parque de Ciência e Tecnologia do Guamá e o apoio destinado à atração de empresas para o Estado, por meio do Banco da Amazônia. O encontro terá a cobertura do jornal Nihon Keizai Shimbun, principal veículo de comunicação especializado em economia do Japão. Do seminário participarão empresas japonesas já instaladas no Brasil, que têm interesse em conhecer novos mercados e regiões.

“O objetivo é mostrar às empresas japonesas a diversidade existente no Brasil, que tem dimensões continentais e características bem diferentes de um Estado para outro. Desta vez gostaríamos de apresentar o Estado do Pará e mostrar oportunidades que a região oferece. Já temos a confirmação da participação no seminário de grandes empresas já instaladas no Brasil”, informa Elina Kawaguchi, analista da Jetro Brasil.

A Japan External Trade Organization foi fundada em 1958, com a finalidade de promover investimentos e o comércio exterior do Japão. São atualmente 41 escritórios domésticos e 76 no exterior, distribuídos em 57 países, sendo um no Brasil, localizado na cidade de São Paulo.

Entre as atividades realizadas pelo órgão está o apoio ao desenvolvimento econômico dos países em desenvolvimento; cooperação em Acordos de Parcerias Econômicas (EPA); apoio às empresas japonesas para a expansão no exterior e assistência para a proteção da propriedade intelectual e a realização de pesquisa sobre economia em desenvolvimento (Institute of Developing Economies (IDE).

<
Por Redação - Agência PA (SECOM)