Prodepa desenvolve soluções que aproximam o cidadão da gestão pública

19/03/2015 11h32

Sites, portais, sistemas, aplicativos mobiles, serviços de transmissão e mídia online, entre outros. Este é o universo da Diretoria de Desenvolvimento de Sistemas (DDS), que atua na prestação de serviço para o cidadão paraense desenvolvendo softwares e similares que facilitem a prestação de serviço para a gestão pública.

Seguindo tendências internacionais de tecnologia, a DDS precisou investir em ações estruturantes, nos anos de 2011 e 2012, para garantir a qualidade dos produtos e serviços de seu portfólio, em um cenário de grande demanda de clientes. Assim, a primeira ação foi a reformulação dos processos e ferramentas, com ênfase aos mecanismos de controle de qualidade.

E o resultado veio com a renovação do selo MPS.BR, modelo que reúne as melhores práticas para o desenvolvimento de software e avalia as empresas em "níveis de maturidade" que vão de G a A, sendo:

A - Em Otimização;
B - Gerenciado quantitativamente;
C - Definido;
D - Largamente Definido;
E - Parcialmente Definido;
F - Gerenciado;
G - Parcialmente Gerenciado.

A Prodepa se certificou no nível F do modelo de qualidade no desenvolvimento de software, mostrando que está no nível de maturidade gerenciado, de acordo com o projeto de Melhoria de Processos do Software Brasileiro.

A atuação da diretoria também ganhou impulso após a adoção, em seus processos, do Manifesto Ágil, baseado no livro Agile: Desenvolvimento de Software com entregas frequentes e foco no valor do negócio, de André Farias Gomes, uma referência sobre métodos ágeis e diversos de desenvolvimento de software. 

Isso tem garantido retornos frequentes e mais rápidos às mudanças. “Essa foi uma nova estratégia de escolha e desenvolvimento que oferece uma interação maior com o cliente que nos contratou. Não se trata de entregas mais rápidas e, sim, de um volume maior de entregas e, com isso, mais satisfação por parte dos clientes”, comenta Lourenço Monteiro, diretor da DDS.

Após a reformulação e a melhora no processo de desenvolvimento, a Prodepa passou a fazer entregas significativas. Em quatro anos foram 71 sites, 96 sistemas, 119 projetos de manutenção, tanto evolutiva (um upgrade no projeto inicial), quanto corretiva (correção necessária para funcionamento adequado do sistema).

No mundo da mobilidade de internet, a DDS desenvolveu cerca de 20 aplicativos mobile's, tanto novos quanto novas versões dos já existentes, além de 232 transmissões do ProTV, sistema de transmissão online pela internet que atende principalmente o governo do Estado.

Com essa nova metodologia mais sistemas foram entregues, entre eles o novo Sistema Integrado de Informações de Segurança Pública, o SISP, que está em fase de implantação e execução inicial. Esse projeto resultou de dois anos e meio de trabalho e é um dos mais impactantes feitos nessa gestão.

Outro sistema que já está pronto e sendo usado na Prodepa e na Secretaria de Estado de Administração (Sead) é o Protocolo Eletrônico, que ajuda a eliminar o fluxo de processos em papel. Sua efetivação depende agora apenas da aprovação e adoção de uma norma do governador e da Auditoria Geral do Estado, entretanto a parte de infraestrutura tecnológica já está pronta para que seja implantado na administração pública estadual.

Além desses sistemas, foi entregue o Governo Digital, um marco na forma como o servidor público faz o acesso aos sistemas corporativos do Estado. “O Governo Digital é uma estrutura que possibilita que tenhamos uma gestão muito mais eficaz e segura no acesso aos sistemas diversos do Governo. Serve pra controlar acesso, para definir quem pode ver o que, e, caso um servidor seja exonerado, para tirar as suas permissões de acesso. O servidor não precisa ter vários links para acessar os sistemas, apenas com um único endereço ele consegue se logar e acessar tudo o que lhe é permitido”, detalha Lourenço. O Governo Digital já está em execução em todo o Estado e muitos sistemas importantes já estão atrelados à ele.

Um produto também importante e que foi feito para uso interno da empresa é o E-Navega. Ele é um sistema para controle de ativos, como infocentros, links de conexão, monitoramento de fibra ótica, rádio e equipamentos, entre outros. Todos esses materiais são cadastrados e georreferenciados para que os técnicos da Diretoria de Projetos Especiais (DPE), da Diretoria de Tecnologia e Comunicação (DTC) e para que o próprio presidente da Prodepa possam ter todo um detalhamento dos ativos em tempo real.

Com os cuidados no modo do desenvolvimento, as entregas ganharam em volume e qualidade, os sistemas obtiveram acabamentos mais redondos e interface mais interativa e agradável ao usuário, o que resultou numa maior satisfação do cliente.

Mobilidade

Uma característica que também se acentuou ao longo dos últimos quatro anos, começando devagar e obtendo um enorme crescimento recente, foi a entrega de aplicativos mobile. Foram cerca de cinco por ano, tanto de novos app's quanto de versões novas, principalmente focado no cidadão.

O primeiro aplicativo mobile desenvolvido nessa gestão foi o Walking Tour, app que faz uma visita guiada pelo centro histórico de Belém. Entretanto, o aplicativo mais conhecido da Prodepa é o Kd a Berlinda?, que mostra online a localização geográfica da berlinda durante as principais procissões do Círio de Nazaré, a partir de um sistema georreferenciado que captura as coordenadas via GPS em tempo real e as transmite pela rede 3G para um servidor.

O Kd a Berlinda? ficou entre os finalistas do 5º Prêmio Tela Viva Móvel, premiação que destaca os melhores projetos de conteúdo para celulares e tablets de todo o Brasil, em 2013, figurando entre os quatro melhores cases do Brasil.

Ainda em 2014 outros aplicativos foram feitos, entre eles o Governo Digital Mobile, Cosanpa e Segup, desenvolvidos para o cidadão com o objetivo de facilitar o atendimento e garantir agilidade na resolução de problemas.

Transmissões on-line

O ProTV transmitiu eventos de tecnologia, de educação, projetos sociais, entre outros, por meio de parcerias com diversas instituições paraenses. Uma das importantes contribuições do ProTV para a cidadania foram as transmissões de aulas para alunos da rede pública de ensino, em preparação ao Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Com o sinal da internet da Prodepa os programas de revisão chegaram a outros municípios que nem sequer tinham o sinal da TV para que os alunos tivessem acesso aos estudos. As revisões podiam ser assistidas online.

Os jogos do Campeonato Paraense de Futebol, o Parazão, também são transmitidos pelo Pro TV, em parceria com o Portal Cultura. Muitos acessos ocorrem de fora do Pará e alguns até mesmo de fora do Brasil, em países como África e Canadá, que já possuem até publico fiel que interage com o Portal, mandando sugestões ou agradecimentos pela transmissão. O número de usuários que acompanham o Campeonato Paraense é grande e já chegou a bater os 20 mil acessos.

Por Redação - Agência PA (SECOM)