Marabá: Defesa Civil realiza treinamento de prevenção para desastres naturais

24/03/2015 10h45

A Defesa Civil do Estado do Pará continua a execução do Plano de Contingência para Desastres Hidrológicos. A meta é preparar os municípios para o enfrentamento de desastres naturais, como alagamento, enxurrada e inundação. A equipe está em sua terceira semana de capacitação, desta vez no polo Marabá, que inicia nesta terça-feira (24), um curso de três dias para gestores e representantes dos municípios da região.

“Esta é uma continuidade do plano contingencial que está sendo colocado em prática, no sentido de preparar os municípios para poder responder aos eventos adversos causados por desastres hidrológicos. Nós estamos na terceira capacitação, que foi iniciada na região do Lago de Tucuruí, em seguida em Redenção e nós estamos fazendo esta capacitação na região sudeste, Polo Marabá, que deve alcançar 11 municípios próximos. Além de preparar estas cidades, a nossa intenção é também criar núcleos da Defesa Civil nos municípios que ainda não contam com este serviço”, explica o capitão William Silva, que ministrará o curso da Defesa Civil.

Em Marabá, os participantes terão aulas teóricas e práticas numa carga horária de 24 horas, divididas em três dias. Os participantes têm acesso a conhecimentos sobre Política Nacional de Defesa Civil, elaboração de plano de contingência, utilização do Sistema integrado de Informações sobre Desastres, solicitação de reconhecimento federal e solicitação de recursos.

Os alunos também verão alguns exemplos de situações no próprio município. “A ideia é que a gente possa mostrar algumas áreas de risco aqui em Marabá e fazer com que os participantes reflitam sobre essas informações para identificar estas áreas de risco em seus respectivos municípios”, diz o capitão.

De acordo com a Defesa Civil, todas as áreas críticas do Estado estão em constante monitoramento. Em Marabá, ainda não há sinal de grandes cheias, mas o município deve estar preparado. Já em Rondon do Pará, cidade vizinha que desde janeiro vem recebendo o apoio da Defesa Civil e diversos órgãos estaduais para lidar com o problema das crateras, o isolamento das áreas críticas foi crucial para preservar a vida das famílias que moram próximas às áreas de risco.

O próximo treinamento será realizado na semana que vem, no nordeste paraense, polo de Bragança. Cerca 90 municípios assinaram acordos de criação de uma coordenação do órgão. Porém, menos da metade estão em atividade. “A nossa intenção é chamar a atenção destes municípios para que eles coloquem as suas coordenações em atividade ou fortaleçam as que já existem”, ressalta a major Alessandra Pinheiro, chefe da Divisão de Apoio Comunitário da Defesa Civil.

Os municípios interessados em formar uma coordenadoria de Defesa Civil devem entrar em contato com o órgão, pelo telefone (91) 4006-8387.

Por Redação - Agência PA (SECOM)