Inflação na RMB recua para 1,33% em fevereiro

24/03/2015 17h04

A inflação na Região Metropolitana de Belém apresentou um recuo de 0.41 pontos percentuais no mês de fevereiro, fechando o período com taxa de 1,33%, contra 1,74% no primeiro mês do ano. É o que mostra o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), divulgado nesta terça-feira, 24, pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará (Fapespa). Para as famílias com rendimento entre um e quarenta salários mínimos, o IPCA foi de 1,55%.

Os grupos que mais contribuíram para esse índice foram o de Despesas e Serviços Pessoais (com taxa de 7,20%), o de Móveis e Equipamentos Domésticos (3,11%) e o de Vestuário, que fechou o mês de fevereiro com variação de 0,91%. O grupo de Despesas e Serviços Pessoais apresentou a taxa mais elevada em função do reajuste do salário mínimo, impactando nos custos de diversos itens, como serviço pessoal, serviço de recreação e despesas pessoais.       

O reajuste do salário mínimo, a desvalorização do real frente ao dólar e o aumento da taxa de juros cobrada ao consumidor foram, em grande parte, os fatores responsáveis pelas principais variações de preços no mês de fevereiro. No acumulado do ano, relativo aos últimos doze meses (mar/14-fev/15), o IPC foi de 10,62%, ficando 1,04 pontos percentuais acima do resultado observado no mesmo período do ano anterior(mar/13-fev/14), que apresentou índice de 9,59%.

O Índice de Preços ao Consumidor da Região Metropolitana de Belém mensura as variações mensais de preços dos bens e serviços que compõem o orçamento das famílias com rendimentos entre um e oito salários mínimos, coletados junto aos estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, bem como em concessionárias de serviços públicos.

Por Redação - Agência PA (SECOM)