Fapespa e IBGE assinam acordo de cooperação técnica para a elaboração de projeções populacionais

20/06/2015 12h26

A Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará (Fapespa) firmou um acordo de cooperação técnica nesta semana com uma das principais instituições de pesquisa do país. Com o objetivo de elaborar as projeções de população estadual e aprimorar metodologicamente as estimativas municipais, a Fapespa será a representante, no estado do Pará, do Sistema de Projeções e Estimativas Populacionais (Sispep) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A parceria entre as duas instituições objetiva promover discussões para o aprimoramento metodológico das estimativas de população municipais, com a definição dos parâmetros e hipóteses a serem empregados nos estudos que serão realizados pela Fapespa, IBGE e demais instituições de pesquisa do Brasil. Durante o projeto, os servidores da Fapespa serão capacitados com o objetivo de consolidar o Sispep.

A Coordenação de População e Indicadores Sociais da Diretoria de Pesquisas do IBGE e a Diretoria de Estatística e de Tecnologia e Gestão da Informação da Fapespa estão entre os gestores da equipe que realizará a projeção populacional do estado.

Para a diretora de Estatística, Tecnologia e Gestão da Informação da Fapespa, Glaucia Monteiro, é de grande importância para o estado do Pará participar de discussões como a de projeções e estimativas populacionais em nível nacional do IBGE. “Com a contribuição da Fapespa é possível levar a nível nacional as questões estaduais em relação aos movimentos migratórios e outros eventos demográficos que interferem diretamente na população dos municípios que não são identificados pelos métodos de estimativas atualmente utilizados”, explica.

As projeções e estimativas populacionais têm fundamental importância para o cálculo de indicadores sociais e econômicos. Elas também alimentam as bases de informações de Ministérios e Secretarias Estaduais de diversas áreas para o planejamento, a implementação e avaliação de políticas públicas e respectivos programas.

Por Redação - Agência PA (SECOM)