Arcon intensifica fiscalização em terminais rodoviários e portos

02/07/2015 17h05
Por Redação - Agência PA (SECOM)

A Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Pará (Arcon) iniciou a Operação Verão 2015 na quarta-feira (1º), com o objetivo de garantir a segurança e a qualidade do transporte intermunicipal de passageiros nos modais rodoviário e hidroviário. A fiscalização nos terminais rodoviários de grande circulação será com equipes fixas, observando os horários de partida, equipamentos de segurança, limpeza, documentação e lotação dos veículos. A quantidade de passageiros por veículo também será verificada nas estradas e locais de embarque e desembarque.

Serão acrescentadas viagens extras para os principais balneários do Estado, como Mosqueiro, Salinópolis, Marudá, Vigia e Bragança. As equipes volantes de fiscalização nas estradas e nos balneários serão duplicadas para garantir o cumprimento das normas estabelecidas pela Arcon. Também serão intensificadas as vistorias nos veículo de frete, que precisam, obrigatoriamente, ter autorização da agência para operar. A Arcon atua em parceria com as equipes do Departamento de Trânsito do Estado (Detran), Polícia Rodoviária Estadual e Polícia Rodoviária Federal.

Rios – A fiscalização do transporte hidroviário está sendo intensificada em todos os portos e travessias do Estado, na capital e no interior. Além disso, as empresas vão aumentar o número de viagens diárias. A fiscalização será feita juntamente com a Capitania dos Portos, Grupamento Fluvial (Gflu), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Com partida da capital, os portos com maior fluxo de passageiros são o Terminal Hidroviário de Belém; o Amazon Nat – com saída do Ver-o-Peso – e o Terminal Henvil, em Icoaraci. No interior, os portos e travessias mais procurados são de Camará, Salavaterra, Soure e Cachoeira do Arari, no Marajó; a travessia Miri-Meruú, em Igarapé Miri; a travessia Penhalonga (Vigia)-Colares; a travessia Abaetetuba-Moju; o porto Marapanim-Maracanã e Algodoal-Maiandeua, em Marudá.

É fundamental que o usuário opte apenas pelos serviços das empresas que estão cadastradas na Arcon, evitando o transporte clandestino. O cuidado garante direitos e deveres e confere maior segurança aos passageiros. Denúncias podem ser feitas pelo telefone 0800-0911717, pelo e-mail ouvidoria@arcon.pa.gov.br ou diretamente nos pontos de atendimento da Arcon, nos terminais rodoviários e hidroviários. Durante as férias escolares e feriados prolongados, a denúncia pode ser feita para o número (91) 98887-6148.