Internet auxilia no aprendizado dos alunos da Escola Tecnológica Anísio Teixeira

11/08/2015 16h56
Por Redação - Agência PA (SECOM)

Na semana em que se comemora o dia do Estudante, alunos da Escola Tecnológica Anísio Teixeira, localizada no bairro do Umarizal, receberam o projeto Wi-Fi na Escola, que disponibiliza internet gratuita a estudantes, professores e todos os funcionários da escola. A ferramenta, desenvolvida pela Secretaria de Estado Educação (Seduc), em parceira com a Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa), visa aprimorar o uso da internet no aprendizado dos alunos da rede estadual de ensino.

Nesta terça-feira, 11, representantes da Seduc e da Prodepa estiveram presentes na escola para avaliar as instalações e dialogar com a direção da escola a respeito do uso do Wi-Fi.

Todos os 827 alunos matriculados na Anísio Teixeira terão, durante os três turnos, três gigabytes de internet gratuita para o uso dentro da sala de aula, durante o intervalo e para pesquisas escolares. O recurso conta com 12 antenas instaladas por toda a escola para que os usuários tenham um acesso de qualidade.

Responsável pelo projeto, Mário Filho, assessor de gabinete da Seduc, esclarece como se dará o funcionamento e a utilização do Wi-Fi. “A princípio, o acesso será livre para todos e após a análise do uso será realizado um cadastro para que apenas a comunidade escolar faça uso desta ferramenta. No primeiro momento a ferramenta será aplicada apenas na escola Anísio Teixeira, porém a ideia é que o recurso seja estendido para as outras escolas da região metropolitana de Belém”, informa Mário Filho.

Matheus Vianna, da Diretoria de Tecnologia e Comunicação da Prodepa, destaca a importância de uma análise do recurso dentro da escola. “A ideia é que haja uma validação desse recurso, que o usuário faça uso de forma fácil e sem complicação”, atesta.

O diretor da escola Anísio Teixeira, Dário Merca, destaca a importância da tecnologia para a construção de um ensino de qualidade. “A inserção de todas as tecnologias no ensino é importante para que o aluno conheça mais as ferramentas e os avanços que a sociedade exige. Por se tratar de um projeto piloto, a equipe pedagógica da escola fará um estudo e análise de funcionamento e uso da rede Wi-Fi para que esta não prejudique o ensino dentro da sala de aula. A ideia é criar uma cultura de responsabilidade do uso dessa ferramenta”, afirma o diretor.

Por se tratar também de estudantes, o diretor ainda destaca a importância da ferramenta para a pessoa que fica a frente da sala de aula: o professor. “Os professores são eternos estudantes e esse recurso vai propiciar a pesquisa com mais qualidade e velocidade, dessa forma, vamos nos capacitar ainda mais, tanto os alunos quanto o corpo docente que terá a oportunidade de realizar pesquisas para ministrar as aulas”, complementa.

A estudante do 1ª ano do Ensino Médio e da 1ª fase do curso técnico de Secretariado, Vanessa dos Santos, de 16 anos, enxerga no projeto uma melhora no seu aprendizado. “Antes do Wi-Fi eu tinha que ir pra biblioteca para pesquisar, agora eu posso acessar a internet de qualquer canto da escola e pesquisar sobre assuntos das aulas”, fala Vanessa.