Banpará intensifica combate às fraudes bancárias

31/12/2015 17h16
Por Redação - Agência PA (SECOM)

As festividades de fim de ano ajudam a aquecer o mercado e movimentam a economia. Mas é nessa época, em que principailmente as transações financeiras feitas por meio de cartões de crédito aumentam, que as atenções devem ser redobradas para evitar a ocorrência de fraudes. Desconfiar de contatos desconhecidos por telefone, e-mails duvidosos, presença de pessoas estranhas próximas a terminais de caixa eletrônico e agências são alguns cuidados que podem impedir eventuais problemas.

O Banpará, por meio da Superintendência de Segurança Empresarial - Susem e da Gerência de Prevenção e Combate à Fraude Eletrônica, atua nos casos de incidentes relacionados à adulteração de boletos, fraudes em cartão de crédito, créditos suspeitos oriundos de transações fraudulentas ocorridas em outras instituições financeiras, alguns tipos de golpes aplicados contra clientes e clonagem de cartões magnéticos.

Hoje, o tipo de fraude que mais incide nos bancos ocasionando perdas significativas é o de Clonagem de Cartões magnéticos, feita através de um equipamento chamado ATM CARD SKIMMING, que captura as informações da tarja magnética de todos os cartões que, porventura, operem no terminal onde este dispositivo estiver conectado. Aliado a isso, são alocadas micro câmeras do diâmetro de uma ponta de caneta para capturar a digitação das senhas. De posse dessas informações, os fraudadores efetuam cópias ou "clones" dos cartões das vítimas. A partir dai eles passam a efetuar transações nas contas dos clientes.

Este ano o Banpará deu um passo decisivo no sentido de inibir este tipo de crime, que consiste nas campanhas de migração dos cartões magnéticos para o SmartCard. Equipado com chip do Banpará, esses cartões utilizam o sistema de validação Full Grade, que, durante o processamento da transação, faz com que o autorizador valide não apenas os dados provenientes do cartão, mas também gere mensagens de resposta que protegem as informações da transação.

Além de garantir mais segurança nas transações financeiras, a substituição gradativa de cartões magnéticos para chip possibilita a comodidade de atrelar até cinco contas poupanças no mesmo cartão. A migração também assegura a atualização de cadastro vencido, venda de produtos e adesão ao Conta Mais, uma vez que todos os clientes precisam receber seus cartões nas unidades do Banco. O Banpará já substituiu 46% do total de cartões magnéticos utilizados por correntistas do banco, sendo que o processo se estenderá até julho de 2016.