Novos procuradores do Estado aprovados em concurso tomam posse

27/03/2018 00h00
Por Redação - Agência PA (SECOM)

O procurador-geral do Estado, Ophir Cavalcante Junior, deu posse, na tarde da última segunda-feira (26), a seis novos procuradores do Estado, aprovados no 20º concurso público da Procuradoria Geral do Estado (PGE). O evento ocorreu no auditório do prédio-sede da instituição, em Batista Campos, Belém.

Foram empossados Idemar Cordeiro Peracchi, Edson dos Santos Matoso, Ducival Carvalho Pereira Júnior, Giulliane Pinheiro Corrêa de Lima, Jobson de Oliveira Pereira e Arthur Marcel Batista Gomes. A cerimônia teve a presença do procurador-geral adjunto, Henrique Nobre Reis, do corregedor-geral da PGE, Paulo de Tarso Dias Klautau Filho, do presidente da Associação dos Procuradores do Estado, Ary Lima Cavalcanti, e de diversos procuradores do Estado, familiares e amigos dos empossados.

“Este é um momento de comemoração e também de reflexão para todos que atuam na Procuradoria-Geral do Estado. O sucesso no concurso é a coroação de um empreendimento de natureza individual, que, a partir deste momento, deve transcender para uma dimensão social. Nossa atuação na construção do grande experimento, que é o Estado Democrático de Direito, deve se orientar por um propósito que alimente o nosso cotidiano e dê sentido útil à percepção do que é servir e ser servidor público”, frisou o corregedor-geral, Paulo Klautau.

Falando em nome do grupo, o procurador Idemar Peracchi destacou o compromisso dos novos procuradores na defesa do interesse público e do povo paraense. “Este é um momento de profunda honra. Estamos aqui para somar, para atuar na defesa aguerrida do Estado e na formatação de políticas públicas com dignidade, energia e afinco”, disse.

“A posse de novos procuradores do Estado é sempre um momento de celebração, vibração e alegria e, para nós, é uma imensa satisfação recebê-los. O sonho que hoje se realiza reforça a possibilidade de construção de um Estado melhor e nos inspira a trabalhar, não apenas sob o ponto de vista de uma mera atividade burocrática, mas em favor e como instrumento de transformação da sociedade”, ressaltou Ophir Cavalcante Jr.

“Esse também deve ser um momento de reflexão a respeito do compromisso da advocacia pública e suas responsabilidades. A mudança começa por nós, na salvaguarda da legalidade das políticas públicas, a fim de que se tornem realidade. Nosso papel é diferenciado e relevante, na defesa efetiva do erário. Nosso saber jurídico deve servir à construção de uma realidade melhor, menos desigual, mais justa. Devemos sempre fazer mais, a partir do conhecimento e da carreira jurídica, sem perder de vista que o nosso compromisso maior é com o Estado e com a sua gente”, destacou o titular da PGE.

Ophir Cavalcante enfatizou ainda algumas premissas que considera fundamentais para o aperfeiçoamento do trabalho da PGE. “Uma atuação comprometida com o Pará é fundamental, o respeito ao cidadão e uma atuação ética, dentro dos padrões legais e morais, é o que se espera de um profissional da advocacia pública. Agir corretamente é uma questão essencial. A nossa bandeira é a defesa do Estado, a salvaguarda de atos administrativos adequados e a fiscalização de políticas públicas”, ressaltou.