Detran promove curso, validado pela ONU, neste Maio Amarelo

Agente do Detran têm nova fase de treinamento de segurança viária com aulas para a padronização da fiscalização, entre outras

25/05/2022 16h00 - Atualizada em 25/05/2022 16h30

Cerca de 25 agentes de fiscalização do Departamento de Trânsito do Estado (Detran) iniciaram nesta quarta feira (24) uma nova fase de treinamento do Projeto "Strengthening Road Traffic Enforcement in Brazil", em tradução para o português, Fortalecimento da Fiscalização do Trânsito Rodoviário no Brasil, promovido pelo Detran em parceria com o Fundo para a Segurança Viária da Organização das Nações Unidas (ONU). O projeto tem como premissas a padronização da fiscalização, a criação de uma referência de apresentação do Detran na via pública e ainda a adoção de uma abordagem projetada de dissuasão. 

O curso se estende até a próxima sexta-feira e além das exposições teóricas sobre novas formas de abordagem, terá também dois dias de operações em via para a prática desses novos procedimentos. "Acho que curso nos ajudará a criar um novo padrão muito mais ajustado ao que acontece em centros mais modernos do mundo", avaliou Ednelson Serrão, agente do Detran há 13 anos. Junto com ele participam agentes de municípios da Região Metropolitana de Belém e do interior do Estado.

O Projeto "Strengthening Roda Traffic Enforcement in Brazil" é um dos 25 projetos em andamento em todo mundo apoiados pela Organização das Nações Unidas(ONU), através da Comissão Econômica para América Latina (Cepal). O projeto do Governo do Pará, executado pelo Detran, é o único do Brasil aprovado pelo Fundo para a Segurança Viária da ONU. A representante da Cepal e coordenadora internacional do projeto, Francisca Pinto, cumpre agenda no Estado para conhecer de perto o andamento das atividades.  Além do curso teórico, ela também acompanhou a fiscalização em via realizado já no formato do padrão da ONU  “Penso que é muito interessante a forma como tem se transformado o foco da fiscalização, me chamou atenção a disposição das pessoas que rapidamente respondem às instruções e não seria nenhum pecado dizer que foram muito bem tratados pela fiscalização”.

Na noite desta da última terça-feira (24), a representante da Cepal participou do evento "As agentes de trânsito e as motociclistas: uma visão bilateral do trânsito", voltado às mulheres motociclistas do Estado. Idealizado pela Associação de Motociclistas do Pará (Aspamoto), o objetivo do evento foi proporcionar a interação entre as agentes de fiscalização de trânsito com as motociclistas, ouvindo sobre as suas atividades diárias nas vias públicas e os desafios enfrentados. "Esta é uma pauta sempre muito relevante, pois a taxa de mortalidade e acidentes representam 11% do total mundial e a maior parte desta é de motociclistas. Estamos muito satisfeitos com o resultado do projeto aqui no Pará e os esforços do governo do Pará e sociedade civil", avaliou Francisca.

Texto de Leandro Oliveira / Ascom Detran

Por Governo do Pará (SECOM)