‘Compliance aplicada ao setor público’ é apresentado na Semas para potencializar transparência e eficiência

18/05/2022 18h11

A apresentação de uma nova ferramenta com informações consistentes para evitar desperdícios e riscos que envolvam gastos públicos e orientações a gestores e servidores sobre a importância das conformidades dos atos normativos estiveram entre os objetivos da palestra ‘Compliance Aplicada ao Setor Público’, ministrada na Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), nesta quarta-feira (19), no auditório da sede da instituição, em Belém. O evento foi programado pelo Núcleo de Controle Interno da Semas.

Compliance é utilizada na administração pública na busca de transparência e eficiência, levando em consideração aspectos éticos, como valores e princípios que norteiam condutas; a questão moral, leis e políticas públicas. A ferramenta também é utilizada em empresas privadas. 

De acordo com o contador e palestrante, Ailton Ramos, é importante fazer reflexões sobre conceitos para administrar com eficiência na alocação dos recursos materiais e humanos disponíveis. “A gente vive hoje num mundo que tá muito ligado na questão de aplicações ambientais, sociais e de governança. Isso passa muito pelo compliance, que é a questão de conformidades, no setor privado se faz isso para melhorar a eficiência de caixa dos recursos e atingir os resultados econômicos e financeiros. Já no setor público também se faz isso pra melhorar a eficiência de caixa na aplicação de recursos. Essa é a grande diferença entre o setor público e o setor privado na aplicação do compliance”, define o palestrante.

Natália Ribeiro, técnica em gestão pública, do Núcleo de Controle Interno do órgão ambiental e integrante da organização do evento, avalia que essa nova ferramenta a ser utilizada promove eficiência na atuação da Semas. “Colabora para a transparência pública e melhora a prestação de serviços”, afirma a técnica.

A palestra ‘Compliance Aplicada ao Setor Público’ proporciona um novo olhar e uma nova proposta na atuação do processo laboral, muitas vezes encarado como rotineiro e entediante, tem o objetivo de despertar para a importância da atuação dos atores no processo, de forma não só quantitativa, mas, principalmente qualitativa. 

“Na prática regrada, refletir nossa atuação e despertarmos para a importância do trabalho que desempenhamos é nossa responsabilidade para o atingimento das metas de nossa Secretaria, que é o zelo pelo meio ambiente digno para todos. Conforme um arcabouço legal do qual não se pode descumprir, seguindo princípios fundamentais para bem desempenhá-la, com integridade e ética, muitas vezes deixado em segundo plano, felizmente por poucos em nosso meio, segundo minha percepção particular. Que venham outros, trazendo sempre novos conceitos como foi o de hoje, para despertar cada vez mais em cada um dos que têm a oportunidade de participar, a importância de desempenhar bem nossa missão dentro de padrões de excelência”, afirmou o coordenador financeiro e contábil, da Semas, Leopércio Foro.

Por Aline Saavedra (SEMAS)