Estado começa a entregar cestas com alimentos para famílias em Água Azul do Norte

O auxílio é destinado a famílias atingidas pelas fortes chuvas na região, assim como recursos do Programa Recomeçar, uma iniciativa do governo estadual

08/04/2022 20h44 - Atualizada em 09/04/2022 01h20

O governo do Estado vai beneficiar 798 famílias em situação de vulnerabilidade no município de Água Azul do Norte, na região Sudeste, devido às fortes chuvas. O governador Helder Barbalho entregou nesta sexta-feira (08) as primeiras 50 cestas com alimentos, durante agenda de trabalho na região. Outras 17 famílias foram as primeiras do município a receber auxílio do Estado com o Programa Recomeçar, que concede um salário mínimo.Governador Helder Barbalho durante a entrega de alimentos para famílias vulneráveis em Água Azul do Norte

O governador destacou o papel da gestão estadual no cuidado com as famílias mais vulneráveis. "Hoje estamos entregando as cestas para as famílias que sofreram com este inverno, e tiveram dificuldade com o sustento porque perderam a produção, perderam renda. A partir desta parceria do governo do Estado com o município, nós estamos podendo diminuir a dor e o sofrimento destas pessoas", frisou Helder Barbalho.

Recomeçar - Para auxiliar famílias impactadas por desastres naturais, o Governo do Pará criou o Programa "Recomeçar", que concede em situações emergenciais auxílio financeiro, em parcela única, a famílias em situação de vulnerabilidade social.

De acordo com decreto estadual, o programa atende vítimas de calamidade pública ocorrida no primeiro semestre de 2022, e em situação de emergência ocasionada por fortes chuvas, deslizamentos, inundações, enxurradas e alagamentos.

O objetivo do governo é oferecer às famílias um salário mínimo, para ajudar na reconstrução dos imóveis danificados pelas águas. Para ter acesso ao benefício, a família deve ter renda mensal de até três salários mínimos e residir em imóvel atingido com gravidade pelas fortes chuvas.

Entre os beneficiados está o motorista Francisco de Oliveira Neiva, para quem o benefício “chegou em boa hora. Eu achei muito bom porque nós estávamos precisando. Foi uma das melhores coisas da minha vida".

Alimentos - Nesta sexta-feira foram entregues as primeiras 50 cestas de alimentos. As demais serão entregues ao longo dos próximos dias, em uma operação planejada para levar as doações até as residências, já que 90% das pessoas afetadas pelas cheias na região moram na zona rural, algumas a mais de 100 km da sede do município.

Francilene Oliveira também recebeu uma das cestas. Grávida de oito meses, a moradora de Água Azul do Norte disse o quanto a ação foi importante. "O meu marido está desempregado, e a cheia nos afetou muito. Agora vamos levar comida pra casa, e eu peço que o governador continue ajudando as famílias que estão nessa situação", acrescentou.

Por Ronan Frias (COHAB)