Governo entrega mais de 700 cestas de alimentos a famílias de Novo Progresso

A Defesa Civil Estadual também beneficiou famílias de Rurópolis, Aveiro, Trairão, Jacareacanga e Placas

07/04/2022 19h23 - Atualizada em 07/04/2022 23h05

Cestas de alimentos foram entregues nesta quinta-feira (07) a 728 famílias do município de Novo Progresso, no Sudoeste do Pará, pelo governo do Estado, por meio da Defesa Civil. A Prefeitura de Novo Progresso decretou Situação de Emergência por conta das fortes chuvas, e o Estado levou o apoio aos moradores atingidos. Além de Novo Progresso, famílias dos municípios de Rurópolis, Aveiro, Trairão, Jacareacanga e Placas também foram beneficiadas.A ação do governo do Estado, por meio da Defesa Civil, levou alimentos a famílias atingidas pelas enchentes

“São 728 cestas de ajuda humanitária entregues à prefeitura. Para receber, o município precisa decretar Situação de Emergência ou se toda a região for atingida. O Estado tem a iniciativa do decreto, e a partir daí o Corpo de Bombeiros e a Coordenação Estadual da Defesa Civil estão autorizados a disponibilizar as cestas de ajuda humanitária e todos os programas, como kit de ajuda humanitária e o Programa Recomeçar, também do governo do Estado”, informou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Hayman Apolo. 

Apoio às famílias - Dentre as famílias beneficiadas estava a de Teresa Giácono, que mora com três crianças. “Tudo o que o governo puder fazer para ajudar nosso município, nossas famílias, é importante que se faça, porque tivemos a crise da pandemia, depois essa situação difícil causada pela chuva, e ficou muito difícil para nós aqui em Novo Progresso. Isso, com certeza, ajuda”, garantiu a dona de casa.O prefeito Gelson Dill com uma das moradoras atendidas

O prefeito de Novo Progresso, Gelson Dill, ressaltou a importância da ação do governo do Estado em Novo Progresso. “Essa é uma ação muito importante, em virtude das fortes chuvas, da calamidade que acontece em nosso município. Esse apoio do governo do Estado vem muito ao encontro das necessidades das pessoas que hoje estão recebendo esse benefício”, afirmou.

Texto: Ronilma Santos – Ascom/SRGO

Por Governo do Pará (SECOM)