Governador dá boas-vindas a mais de 3 mil alunos dos Cursos de Formação de Oficiais e Praças da PM

Durante a aula inaugural, foi feita uma exposição geral sobre a importância dos novos policiais militares para a segurança pública do estado

24/01/2022 17h13 - Atualizada em 24/01/2022 17h31

O governador do Estado, Helder Barbalho, presidiu, nesta segunda-feira (24), a aula inaugural do Curso de Formação de Oficiais (CFO) e Curso de Formação de Praças (CFP) da Polícia Militar do Pará, dando as boas-vindas aos mais de 3 mil novos alunos que, em alguns meses, vão aumentar o efetivo da Segurança Pública nas ruas. A cerimônia foi realizada na Arena Guilherme Paraense (Mangueirinho), em Belém, e transmitida em tempo real a todos os demais polos de formação no interior do estado, por meio de uma parceria da Polícia Militar com a TV Cultura.

A aula inaugural é uma cerimônia que marca a efetiva incorporação dos alunos na Polícia Militar, conforme as respectivas carreiras de oficiais e praças, além de promover uma exposição geral sobre a importância dos novos policiais militares para a segurança pública.

“Nós ficamos muito felizes de dar as boas-vindas para esses novos 3 mil policiais militares. A formação deles vai ser a maior da história da Polícia Militar, com mais de 2.800 alunos do Curso de Formação de Praças, e 178 do Curso de Formação de Oficiais. O número total equivale a 20% do nosso efetivo atual, uma recomposição importante para que possamos fazer frente aos desafios da segurança pública e continuar reduzindo os índices de criminalidade, que é o que estivemos fazendo desde 1° de janeiro de 2019”, destacou o comandante-geral da PM, coronel Dilson Júnior.

O secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Uálame Machado, participou da cerimônia e lembrou algumas dificuldades para a realização do concurso, entre elas a pandemia da covid-19, que obrigou o adiamento das provas objetivas.

“Mesmo com esses obstáculos, nós estamos hoje cumprindo o compromisso de aumentar o nosso efetivo de 15 mil para 18 mil policiais no Estado. É algo realmente histórico. Vamos entrar agora, se Deus quiser, no nosso quarto ano de trabalho para reduzir a criminalidade no estado e vocês são nosso principal ativo, nosso principal bem”, pontuou o secretário.

Para o governador do Estado, Helder Barbalho, a chegada dos novos alunos garante maior segurança aos mais de 8 milhões de habitantes do estado. “Este é um momento muito especial que permitirá a renovação, a ampliação do nosso efetivo da Polícia Militar do Estado e isto significa mais polícia nas ruas, mais proximidade, presença dos órgãos de segurança para trazer paz para a nossa população”, destacou. Durante a cerimônia, o governador, a secretária de Administração e Planejamento (Seplad), Hana Ghassan, e o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Hayman de Souza, realizaram a assinatura do contrato com a empresa responsável pelo concurso para admissão ao Curso de Formação de Praças do Corpo de Bombeiros Militar.

A aula inaugural teve a presença de autoridades civis e militares e de familiares dos alunos. A solenidade também foi acompanhada em tempo real por alunos do Curso de Formação de Praças lotados em 24 polos distribuídos pelo estado, graças a uma transmissão realizada pelo canal oficial da PMPA no YouTube, em parceria com a TV Cultura.

 

Cursos de Formação 

Após a realização das etapas que incluíram prova objetiva, exames médicos, Teste de Aptidão Física Individual (TAFI), teste psicotécnico e habilitação, os aprovados iniciaram os cursos no dia 17 de janeiro, sob a supervisão do Departamento-Geral de Educação e Cultura (DGEC). 

Com 175 alunos, o Curso de Formação de Oficiais (CFO) é realizado na Academia de Polícia Militar "Coronel Fontoura" (APM), em Marituba, com duração de 18 meses. A mudança no período do curso, que antes ocorria em 3 anos, é devido a uma decisão inédita na corporação de admitir apenas bacharéis em direito para o cargo de oficial, o que permitiu reduzir o tempo do curso e, consequentemente, os custos com a formação, que inclui disciplinas afins ao direito.

Além dos conhecimentos jurídicos já trazidos com os novos cadetes, como são chamados os oficiais em formação, eles também terão instruções de chefia e liderança, direito processual penal, direito processual militar, entre outras disciplinas. O foco do CFO é a liderança e a gestão das atividades operacionais e administrativas da PMPA, totalizando uma carga horária de 2.839 horas/aula distribuídas em 45 disciplinas.

Já o Curso de Formação de Praças (CFP) ocorre no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), em Belém, e em 24 polos distribuídos pelo interior do estado, como em Marabá, Santarém, Breves e Altamira. Os 2.853 alunos passam por instruções práticas e teóricas de abordagem policial; armamento, munição e tiro; defesa pessoal; treinamento físico militar; direitos humanos, entre outras consideradas primordiais para que em 9 meses os novos soldados estejam atuando no policiamento ostensivo nos municípios do estado. A carga horária total é de 1.630 e com previsão de conclusão para o dia 29 de setembro do ano em curso.

O número de alunos inicialmente convocados para o CFO e CFP foi ampliado no início deste ano, graças à decisão do Governo do Estado de chamar mais 732 candidatos. A medida vai garantir maior efetivo policial nas ruas e mais segurança para a população paraense.

Texto: Taiane Figueiredo/Ascom PM

Por Governo do Pará (SECOM)