Regional do Marajó encerrou 2021 com mais de 300 mil atendimentos e cerca de 100% de aprovação dos usuários

Aquisição do selo Green Kitchen, concedido pelo constante investimento na manutenção do padrão de qualidade da alimentação, foi outra importante conquista

21/01/2022 13h52 - Atualizada em 21/01/2022 14h04

Entrega do Centro de Hemodiálise, pelo Governo do Estado, com sete máquinas para hemodiálise ambulatorial e duas para tratamento em Unidade de Terapia Intensiva (UTI)"O atendimento é muito bom. Desde que meu filho entrou aqui, nós tivemos bastante atenção da equipe tão prestativa. Meu filho deu entrada no hospital em estado grave, mas graças a Deus, ele está com quadro de saúde evoluindo positivamente. Só tenho agradecer a todos, pelo cuidado e carinho que estão tendo conosco”.  

O agradecimento é da dona de casa Sheila de Sousa dos Santos, 25 anos, que está acompanhando seu filho Jhuan Fran dos Santos Corrêa, em tratamento de um quadro de pneumonia, desde o dia 11 deste mês. Ela aprovou o atendimento recebido no Hospital Regional Público do Marajó (HRPM) em Breves, que ratifica os quase 100% de satisfação dos usuários pelos serviços recebidos em 2021, que somaram mais de 300 mil atendimentos. 

A gestão do HRPM comemora os avanços na oferta dos serviços, durante o ano passado, quando garantiu 304. 788 atendimentos mais relevantes, que foram consolidados com relevantes conquistas que beneficiaram diretamente os usuários dos serviços.

Sheila de Sousa dos Santos, 25 anos, está acompanhando o filho Jhuan Fran dos Santos Corrêa em tratamento de um quadro de pneumoniaEntre elas, a diretora executiva do regional do Marajó, Rejane Xavier destaca a entrega, feita pelo Governo do Pará, do Centro de Hemodiálise, com uma área de 200 metros quadrados, com sete máquinas para hemodiálise ambulatorial e duas para tratamento em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além de uma de segurança. No momento, a unidade tem capacidade de realizar até 42 atendimentos de pacientes semanalmente, durante os três turnos disponíveis. Além dos equipamentos, o serviço conta com equipe multiprofissional composta por médicos nefrologistas e cirurgiões vasculares, enfermeiros, técnicos de enfermagem, assistente social, nutricionista, fisioterapeuta e psicóloga. O serviço já beneficiou mais de 125 pacientes, interno e externo. 

Entre os usuários beneficiados está a lavradora Leonor Pereira dos Santos, 75 anos. Residente no município de Gurupá, também no arquipélago, há um ano ela se deslocava até Belém para realizar o procedimento. Com a transferência para HRPM, ela mantém o tratamento próximo a parentes e amigos. “Estou há um ano fazendo diálise, e me sentindo bem. Antes eu fazia em Belém. Depois que fui transferida pra cá, melhorou muito. Estou gostando do atendimento, da equipe. Está sendo tudo muito bom, graças a Deus”, contou a paciente. 

Lavradora Leonor Pereira dos Santos, 75 anos, conta que a oferta do serviço de hemodiálise trouxe comodidade no seu tratamentoXavier frisa que outra importante aquisição foi o novo equipamento de tomografia computadorizada, também entregue pelo Governo do Estado, que investiu cerca de R$ 1,2 milhão na compra em substituição ao antigo tomógrafo, que foi adquirido ainda da inauguração do Hospital Regional, em 2010.  

A diretora ressalta ainda que unidade hospitalar passou a oferecer a especialidade de Terapia Ocupacional (T.O), cujos atendimentos começaram no mês de junho. Entre os benefícios na assistência hospitalar, ela destaca a atuação na orientação postural para prevenir deformidades, além de oferecer reabilitação cognitiva e brincadeira funcional, visando minimizar os efeitos negativos do processo de hospitalização e ajuda a combater a ansiedade, dando mais autonomia ao paciente.  

Sustentabilidade na gestão

A garantia de assistência de qualidade, segura e humanizada aos pacientes e a excelência de seus processos, mantiveram a Acreditação ONA I, que analisa os critérios de segurança do paciente em todos os níveis da instituição de saúde e pela estrutura hospitalar. A renovação foi concedida pela Organização Nacional de Acreditação, e ocorreu por meio da reavaliação e aprovação do Instituto Qualisa de Gestão (IQG).  

Outro reconhecimento nacional conquistado pelo HRPM foi o selo Green Kitchen, concedido pelo constante investimento na manutenção do padrão de qualidade da alimentação, que associa ambientação natural e a sustentabilidade. É o quarto ano consecutivo, 2018/2019/2020/2021, indicado para restaurantes que aprimoram constantemente o padrão de qualidade, em benefício de seus usuários, levando em consideração aspectos sociais e ambientais. 

Dados

Novo equipamento de tomografia computadorizada, também entregue pelo Governo do Estado, que investiu cerca de R$ 1,2 milhão na compra do novo equipamentoEm 2021, a equipe multiprofissional do HRPM registrou 304.788 atendimentos mais relevantes, entre eles: 13.766 atendimentos ambulatoriais, 2.197 Internações, 1.807 cirurgias, 237.013 exames gerais (interno e externo), 2.744 atendimentos de Urgência/Emergência, 1.806 transfusões de sangue, 414 partos, 16.698 sessões de fonoaudiologia, 18.264 sessões de fisioterapia, 2.885 atendimentos de psicologia, 6.140 atendimentos no Serviço social, 927 sessões de Terapia Ocupacional, 127 atendimentos no Centro de Hemodiálise, que culminaram em  99,78% do índice de satisfação dos usuários.  

Rejane Xavier é diretora executiva do HRPMA gestora da unidade hospitalar agradece todo apoio à gestão que garantiu a qualidade do atendimento aos usuários dos serviços. “O ano de 2021, foi marcado por desafios e muita lição de superação. Tivemos que inovar processos e ações para seguir e atingir nossa meta em favor da melhoria contínua de nosso atendimento. Agradeço a cada colaborador, instituições parcerias e, sobretudo, ao apoio e investimentos do Governo do Estado em favor da saúde pública do Pará. Podem contar sempre com a administração do INDSH para manter uma gestão em respeito à vida”, concluiu Rejane Xavier. 

O Hospital Regional Público do Marajó (HRPM) integra a rede de saúde do governo do Estado. A unidade presta assistência de média e alta complexidade para aproximadamente 300 mil habitantes do sudoeste marajoara, que compreende os municípios de Breves, Anajás, Bagre. Curralinho, Gurupá, Melgaço e Portel. 

O HRPM atende pacientes referenciados pela Central Estadual de Regulação, e de acordo com o caso e oferta de vagas em leitos, é validado o encaminhamento do paciente para atendimento.

Serviço: O HRPM é um órgão do Governo do Estado, administrado pelo Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), em parceria com a Sespa. O hospital fica na Avenida Rio Branco, 1.266, no bairro Centro. Mais informações: (91) 3783.2140 / 3783.2127. 

Texto: Lucas Brilhante/Ascom HRPM

Por Luana Laboissiere (SECOM)