Hospital Público de Castelo dos Sonhos promove atividades alusivas ao "Janeiro Branco"

A unidade de saúde também busca conscientizar os usuários sobre o Janeiro Roxo a fim de diminuir o preconceito sobre a doença

21/01/2022 13h38 - Atualizada em 21/01/2022 13h52

Em janeiro, as cores roxo e branco dão o tom de duas campanhas importantes de conscientização. A primeira trata da importância do combate à hanseníase, e a segunda sobre os cuidados com a saúde mental. Pensando nisso, o Hospital Público de Castelo dos Sonhos (HPCS), por meio da Comissão de Humanização e o Núcleo de Educação Permanente, realizou durante todo o mês de janeiro várias ações voltadas para discutir o adoecimento emocional dos colaboradores, além de promover a conscientização e diminuir o preconceito sobre a hanseníase.

As atividades foram iniciadas na segunda semana do mês, com a abertura oficial no último dia 11 de janeiro. Na ocasião realizou-se uma dinâmica sobre Saúde Mental e Objetivo de Vida, um momento de interação entre os colaboradores em que cada participante falou sobre seus sentimentos de tristeza, alegria e seus objetivos futuros, de forma lúdica.

Na terceira semana ocorreu um momento de encontro entre a mente e o corpo com a ajuda da ginástica laboral e a massoterapia. Os usuários também deverão discutir sobre as hanseníases, com palestra de um especialista na área, será realizada na última semana do mês.

Segundo a Comissão de Humanização do HPCS, o objetivo é sensibilizar não só os acompanhantes e visitantes para o as campanhas de janeiro, mas também os profissionais de saúde. “As nossas ações foram pensadas para os funcionários e também aos usuários, tendo em vista que o cuidador também precisa de cuidados. Buscamos incentivar esse olhar para a vida e saúde mental, para que possamos ter bem-estar no trabalho e na vida como um todo”, esclareceu .

Sobre a Unidade

O Hospital de Castelo dos Sonhos, administrado pelo Instituto Mais Saúde, entrou em operação em julho de 2020 e pertence ao Governo do Estado. A unidade dispõe de 21 leitos clínicos para internação em pediatria, ortopedia, obstetrícia, clínica cirúrgica e clínica médica, e outros quatro leitos em sala de estabilização. São atendidos por mês, em média, 4,5 mil habitantes, incluindo moradores do distrito de Cachoeira da Serra e das aldeias indígenas do entorno.

Texto: Moisés Sodré/ Ascom HPCS

Por Luana Laboissiere (SECOM)