Centros de Testagens têm procura intensa no primeiro dia em Belém e Ananindeua

A demanda elevada esgotou em poucos minutos as senhas disponibilizadas na manhã desta quarta-feira (19)

19/01/2022 14h12 - Atualizada em 19/01/2022 16h08

O primeiro dia de funcionamento dos Centros de Testagens (CTs) do governo do Estado foi de grande procura em Belém e Ananindeua. A nova estratégia, executada pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), consiste em testar todos os dias para a Covid-19 pelo menos mil paraenses com sintomas gripais leves em quatro pontos distintos. A demanda elevada esgotou em poucos minutos as senhas disponibilizadas na manhã desta quarta-feira (19).  

Ivanilda Vieira, gerente geral da Usina da Paz do bairro da Cabanagem, onde foram inicialmente disponibilizados 150 testes hoje, explica que a decisão de transformar a UsiPaz em CT deve-se ao estouro de casos na Região Metropolitana de Belém.

"Por determinação do governador do Estado, tanto o complexo da Cabanagem como o do Icuí-Guajará passaram a disponibilizar testes que detectam a doença. A procura foi bem grande, e em meia hora as senhas acabaram, então provavelmente haverá aumento nessa quantidade distribuída amanhã", antecipou. As testagens (RT-PCR e rápido) lá e na UsiPaz de Ananindeua são realizadas de terça a sexta-feira, das 9h às 17h. Ainda na capital paraense é possível se testar no Núcleo de Esporte e Lazer (NEL), de segunda a sexta-feira, no mesmo horário. Em todos os locais os resultados são liberados em alguns minutos.

"Somos uma referência pois a abrangência nossa é de uma região muito grande, muitos bairros das rodovias Augusto Montenegro e Mário Covas, e mesmo de uma parte de Ananindeua. Isso torna extremamente importante ofertarmos também esse serviço de testagem", avalia Ivanilda.

Edna Monteiro é diarista e teve contato com a irmã que está positivada. "Melhor vir e saber logo se estou doente, porque preciso estar bem para continuar trabalhando. Não estava conseguindo fazer em outros lugares, tentei na Unidade de Saúde do Jurunas, não consegui, e acabou que testei aqui na Usina, perto de casa, de graça", contou ela, que tem alguns sintomas de gripe mesmo após ter completado o esquema vacinal.

O técnico em Segurança do Trabalho Alan Patrick Santos dos Santos foi com a esposa grávida fazer o teste após ver, pelas redes sociais, que a UsiPaz da Cabanagem passaria a ofertar o serviço. "Já tínhamos tentando em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e nada, veio em boa hora esse teste aqui e com resultado saindo no mesmo dia", elogiou o usuário, que ainda aguarda para tomar a dose de reforço da vacina.

Funcionalismo estadual - Também nesta quarta-feira foi iniciado o atendimento no CT restrito aos servidores públicos do Estado criado em parceria com a Universidade do Estado do Pará (Uepa), no Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), que fica ao lado do Bosque Rodrigues Alves, no Marco. Por lá a procura também foi acima do esperado, de modo que além das 200 senhas previstas e distribuídas foi necessário providenciar outras 200 para dar conta da procura.

A Profa. Patrícia Machado é responsável pela coordenação da ação de testagem dos servidores. "Este é um momento de parceria com a Sespa, necessária em função de termos muitos servidores que testaram positivo ultimamente em diferentes locais de testagens. Ampliamos essa chance do servidor ter um lugar único e com segurança para conferir se está contaminado ou não", detalhou. Antes do fim da manhã, pelo menos 30 pessoas analisadas já tinham positivado para a doença, e para quem teve o exame confirmando a doença foi oferecido ainda um atendimento médico no próprio CCBS.

Também professora da Uepa, Natália Nogueira fez parte da equipe que organizou o CT orientando os alunos de Biomedicina e de Enfermagem que estão atuando como voluntários. "São eles que realizam o acolhimento dos servidores, o cadastro, tomam nota dos sintomas para podermos ter esses dados epidemiológicos. O ganho pra eles é imensurável até porque começam desde agora a ter prática do que fazer ao sair da universidade, além de um contato muito importante com a questão da biossegurança, com o contato mais humanizado", justifica.

Camila Leão é diretora de Desenvolvimento Agropecuário na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuária e da Pesca (Sedap), e foi à Uepa para descobrir que está negativada para a Covid-19. "Há várias pessoas positivadas na Secretaria e em outras, então é importante ter um espaço onde os servidores possam fazer a testagem, ainda mais que Belém está sem testes praticamente", reconhece a servidora.

Luiza Quemel é estagiária da assessoria de Comunicação da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) e também foi logo se testar no primeiro dia. "Ter um local para os servidores acho que funciona melhor para direcionar, para garantir que não corram tantos riscos e se resguardem logo, em caso de um resultado positivo", avalia.

Os servidores públicos estaduais interessados devem procurar, munidos de contracheque e de documento de identidade com foto, o serviço de segunda a sexta-feira, de 9h às 17h. 

Por Carol Menezes (SECOM)