Livro 'Rios em Nós' será lançado no dia 15 de janeiro no Arquipélago do Marajó

Coletânea produzida por oito escritoras, o livro traz o olhar feminino sobre vários rios, entre eles o Paracauari, que banha a cidade marajoara de Soure

14/01/2022 18h40 - Atualizada em 14/01/2022 23h33

Após o lançamento na 24ª Feira Pan-Amazônica do Livro e Multivozes, em dezembro de 2021, em Belém, o livro “Rios em Nós” será lançado em Soure, no Arquipélago do Marajó, neste sábado (15), às 20 h, no espaço Las Vegas. Com o selo da Imprensa Oficial do Estado (Ioepa) e da Editora Pública Dalcídio Jurandir, o livro é um resumo das vivências e experiências das escritoras Clébia Maciel, Djane Pereira, Flávia Leite, Gilcélia Mendes, Jandiassy Ribeiro, Maria Helena Viana, Rosângela Diniz e Tânia Monteiro com os diversos rios da Amazônia, do Brasil e de outros países.

O Rio Paracauari ganhou destaque pelo olhar da professora marajoara Clébia Maciel, que expõe com poesia todo o seu sentimento pelo rio que banha Soure, a cidade onde nasceu.As autoras colocaram no livro suas vivências ribeirinhas e problemas sociais que persistem na região

A coletânea reúne poemas e memórias que descrevem, com linguagens literais e metafóricas, as belezas e as encantarias dos rios, além de denunciarem as mazelas que se espalham por muitos rios amazônicos, como a exploração sexual. “Este livro nasceu como nasce o rio: naturalmente. Nasceu para contar histórias, relembrar momentos, refletir sobre a vida e compartilhar emoções”, explica Helena Viana, organizadora da coletânea, que em pleno auge da pandemia de Covid-19, em 2020, idealizou o projeto e convidou oito amigas para a aventura de abordar a temática. As autoras têm em comum o fato de serem professoras, mestras em Letras, amigas da literatura, íntimas da linguagem poética e apaixonadas pela natureza.

Divulgação do lançamento no arquipélago marajoaraO resultado foi uma coletânea definida como “uma declaração de amor, de orgulho e de pertencimento às origens ribeirinhas das autoras” pelo presidente da Imprensa Oficial, Jorge Panzera, na apresentação. “O livro é formulado por mulheres, e por isso talvez ele traga a sensibilidade, o amor e o olhar generoso e metafórico que vão mostrar aos leitores, de forma mais presencial, a grande experiência vivida e descrita nessa obra”, reforça o coordenador da Editora Dalcídio Jurandir, da Ioepa, Moisés Alves de Souza.

"Parto e porto" - Além dos textos, o livro traz fotografias de vários rios – da Amazônia e de outros lugares -, com imagens que complementam a obra. O prefácio é do escritor premiado Daniel da Rocha Leite, que considera a coletânea uma experiência literária que torna o rio uma placenta de memórias, por ser, ao mesmo tempo, parto e porto, a casa de uma escrita identitária e lançante, e uma marca coletiva que não se encerra no próprio ato de escrever. Ele destaca ainda a sororidade que existe entre as autoras quando interpelam e denunciam reincidentes silêncios históricos, como os abandonos familiares, violência patriarcal e ausência do poder público que, diante de uma tessitura feminina, são confrontados com o tempo corrente para que a vida inscreva, nas histórias, um texto em nome próprio.

Após Soure, a obra será lançada em São Luís, capital do Maranhão. O valor do livro é R$ 25,00.

Serviço: Lançamento do livro “Rios em nós”no Arquipélago do Marajó. Dia 15 de janeiro de 2022 (sábado), as 20 h, no espaço Las Vegas, em Soure.

Texto: Ailson Braga - Ascom/Ioepa

Por Governo do Pará (SECOM)