Estado vai pagar Abono-Fundeb a mais 8.500 servidores da educação

O benefício, já pago aos professores, vai alcançar merendeiras, porteiros, serventes, técnicos auxiliares administrativos, técnicos de gestão e secretários escolares

29/12/2021 20h36 - Atualizada em 29/12/2021 22h03

O Abono-Fundeb já foi concedido pelo Estado a professores da rede pública de ensino, e agora aos demais servidores da educação Mais 8.500 servidores da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) serão beneficiados com o Abono-Fundeb, por decisão do Governo do Pará. Na tarde desta quarta-feira (29), o governador Helder Barbalho anunciou que o pagamento do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) também poderá ser pago, ainda neste mês, aos demais servidores das unidades escolares da rede pública estadual de ensino.

Segundo o governador, serão contemplados “todos que participam do movimento da educação. Portanto, merendeira, porteiro, servente, técnicos auxiliares administrativos, técnicos de gestão, secretários escolares, todos que estão dentro da escola, que são concursados ou estão em um processo seletivo, estarão recebendo o abono-Fundeb”.

No valor de R$ 3.500,00, o benefício será ampliado conforme o Projeto de Lei do Executivo, já enviado na noite de terça-feira (28) à Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), e deve ser aprovado nesta quinta-feira (30). A previsão é que o pagamento seja feito ainda em 2021.

Secretária de Educação, Elieth Braga“Pudemos ampliar o pagamento deste benefício a todos os servidores lotados nas escolas. Serão mais R$ 3.500,00 pagos em um bom momento, dando mais qualidade de vida ao trabalhador da educação e movimentando a economia em todos os 144 municípios do Pará”, destacou a secretária de Estado de Educação, Elieth de Fátima Braga, ressaltando o cumprimento de mais um compromisso assumido pelo governo.

Magistério – Anunciado no último dia 8 de dezembro pelo governador Helder Barbalho, o Abono-Fundeb já foi pago a 22.570 professores rede pública estadual de ensino, junto com o salário de dezembro. O Projeto de Lei do Executivo, que garantiu o benefício, visa valorizar o magistério público estadual. Só com o pagamento do Abono para os professores, o valor injetado na economia paraense ultrapassou os R$ 100 milhões.

Até então, o pagamento do benefício atendia às determinações da Lei Federal nº 14.113/2020, que limitava a remuneração aos servidores do magistério, efetivos e temporários, em pleno exercício da função. Após a sanção do governador Helder Barbalho, o valor do Abono-Fundeb foi pago em parcela única.

Por Evaldo Júnior (SEDUC)