Pavimentação de ruas em duas vilas de Viseu é autorizada pelo governo do Estado

Mais de R$ 3 milhões sertão investidos por meio do Programa Asfalto Por Todo o Pará, para melhorar a trafegabilidade nas vilas do Japim e Cristal

26/12/2021 15h18 - Atualizada em 26/12/2021 18h04

Governador Helder Barbalho e autoridades locais no ato de assinatura do convênio O governador Helder Barbalho assinou neste domingo (26) a Ordem de Serviço que autoriza o início das obras de pavimentação asfáltica de ruas em dois distritos de Viseu, município do nordeste paraense. Os investimentos em urbanização, que vão beneficiar moradores das vilas de Japim e Cristal, superam R$ 3,3 milhões em recursos do Tesouro Estadual.

"A infraestrutura urbana é muito importante para o Estado do Pará. Hoje, nós estamos aqui avançando no Programa Asfalto Por Todo Pará", ressaltou Helder Barbalho, ao mencionar a ação do governo que vem garantindo pavimentação de vias em dezenas de municípios, de todas as regiões.Helder Barbalho ressaltou a importância de obras de infraestrutura

As obras de pavimentação serão executadas pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Obras Públicas (Sedop). O prefeito de Viseu, Isaías Neto, enfatizou que "o asfalto vai beneficiar mais de 25 mil pessoas que moram nos distritos. A ação traz melhoria para a vida das pessoas. Nós estamos agradecidos ao empenho do governador".

Obra portuária - Durante a agenda de trabalho em Viseu – que fica a mais de 350 km de Belém, na divisa com o Estado do Maranhão -, Helder Barbalho também assinou a Ordem de Serviço para a construção de um terminal de integração entre portos no município. Após a assinatura, o governador destacou a importância da integração para o desenvolvimento do Pará.Obras de melhorias na área portuária de Viseu também foram garantidas pelo Estado

"Estamos viabilizando a estrutura da travessia do Itamixila (porto às margens do Rio Piriá), importante para a região do segundo distrito e para essa região, que se desenvolve com a pavimentação da estrada que liga Augusto Corrêa (município do Nordeste) com Viseu, o que certamente trará desenvolvimento para todos", afirmou Helder Barbalho.

Por Ronan Frias (COHAB)