Governo lança novo edital do StartUP Pará

Dois milhões de reais serão destinados ao fomento da transformação digital de produtos, processos ou serviços de empresas paraenses

13/12/2021 10h31 - Atualizada em 13/12/2021 16h58

Transformação digital é o tema do terceiro edital do StartUP Pará, que será lançado na próxima terça-feira (14), às 15h, pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), durante programação online no YouTube da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa). As inscrições ficam abertas até o dia 24 de janeiro de 2022 na plataforma https://startuppara.com.br/.

O edital tem o objetivo de apoiar projetos de desenvolvimento e implantação de ferramentas tecnológicas para implementação de tecnologias digitais ou reestruturação de produtos, processos e/ou serviços de empresas paraenses. Os projetos devem ser realizados em conjunto por micro, pequenas e médias empresas do estado do Pará; empresas prestadoras de serviços especializados e/ou Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs).

Titular da Sectet, Carlos Maneschy reforça a importância da estratégia estadual para o fomento da inovação paraense. “Este é mais um edital que lançamos dentro do programa StartUP Pará, no intuito de estimular o empreendedorismo baseado na inovação tecnológica. O objetivo é apoiar essas micro, pequenas e médias empresas a se desenvolverem e acompanharem os avanços tecnológicos do mercado, estimulando também o desenvolvimento do estado. Já estamos prevendo o lançamento de outros editais voltados a diversos nichos”, pontua o secretário.

O apoio será realizado por meio da concessão de Bônus Tecnológico, modalidade de subvenção econômica que permite o pagamento de uso ou compartilhamento de infraestrutura de pesquisa; a contratação de serviços tecnológicos especializados ou a transferência de tecnologia.

O valor global da chamada é de dois milhões de reais e o valor máximo de financiamento por proposta é R$ 50 mil. As empresas proponentes devem aportar contrapartida, financeira ou não financeira, de no mínimo 20% do valor do projeto. Caso a empresa beneficiária se enquadre como microempresa ou empresa de pequeno porte, o percentual de contrapartida mínima cai para 5%.

As propostas devem, obrigatoriamente, se enquadrar em uma das áreas chamada: Tecnologia de Informação e Comunicação; Nanotecnologia; Sensores e atuadores; Gestão de dados (Big Data); Novos materiais; Fotônica; Sistemas ciberfísicos; Internet das coisas (IoT); Automação; Energias renováveis; Simulação e modelagem; Interoperabilidade; Segurança cibernética; Inteligência artificial; ou Robótica avançada.

O produto, processo ou serviço impactado pelo projeto deve estar conectado a pelo menos um dos eixos de transformação: Pessoas; Gestão Financeira; Manufatura Avançada; Cadeia de Suprimentos; Marketing e Vendas.

 

Programação

O edital será lançado às 15h, na abertura de um webinário focado em empresas do setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). A coordenadora do StartUP Pará, Maria Trindade, fará uma apresentação do edital, seguida das falas dos titulares da Fundação Guamá, Rodrigo Quites; da Fapespa, Marcel Botelho; e da Sectet, Carlos Maneschy.

Às 16h, representantes da Sociedade de Tecnologia da Informação do Estado do Pará (Sucesu), da Associação Paraense das Empresas de Software e TIC (ParaTIC) e da Associação Paraense de Tecnologia e Inovação (Açaí Valley) conduzem o evento “A hora é agora: como fazer seu negócio chegar mais longe no digital”, mediado por Fabrício de Paula.

A programação será transmitida ao vivo no YouTube da Fapespa.

 

StartUP Pará 

Considerado a estratégia estadual para o empreendedorismo de base tecnológica, o StartUP Pará prevê o lançamento de dez editais para o fomento do ecossistema local de inovação.

Na primeira chamada, lançada em 2019, cerca de 30 startups receberam qualificação técnica. Dessas, 20 continuam no processo para receber os investimentos do governo do Estado.

A segunda chamada foi lançada em outubro deste ano. As inscrições foram prorrogadas para o dia 22 de dezembro e a expectativa é que até 80 startups recebam capacitação técnica e até 60 tenham acesso aos recursos de subvenção econômica.

A execução é realizada pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) e pela Secretaria de Planejamento e Administração (Seplad), com apoio técnico da Fundação Guamá.

 

Serviço:

Lançamento do edital de Bônus Tecnológico do StartUP Pará, na próxima terça-feira (14), às 15h, no YouTube da Fapespa.

Por Juliane Frazão (PCTGuamá)