Projeto Choro do Pará celebra 16 anos com apresentação no Teatro Margarida Schivasappa

No repertório, os músicos do projeto vão homenagear os paraenses Ubiratan Porto e Sebastião Tapajós, falecidos neste ano, e a mestra Chiquinha Gonzaga

02/12/2021 18h11 - Atualizada em 02/12/2021 23h52

O Choro do Pará fará um concerto especial para celebrar os 16 anos do projeto nesta sexta (03), as 20 h, no Teatro Margarida Schivasappa, no Centur, com entrada franca. A apresentação, além de comemorar o aniversário do grupo, marcará o encerramento dos dois módulos realizados em outubro e novembro.

A orquestra contará com 50 alunos dos módulos e participação especial de Adamor Ribeiro (Adamor do Bandolim). O repertório vai homenagear duas estrelas do Choro no Pará, Ubiratan Porto e Sebastião Tapajós, ambos falecidos neste ano, e ainda a mestra Chiquinha Gonzaga.O Projeto Choro do Pará celebra mais um ano de valorização do gênero musical

O Projeto Choro do Pará foi iniciado em maio de 2006, no então Instituto de Artes do Pará (IAP), atual Casa das Artes, vinculada à Fundação Cultural do Pará (FCP). A Fundação assumiu e deu continuidade ao projeto, oferecendo estudo sobre o Choro. “É um projeto que visa estudar e levar aos músicos profissionais e amadores o estudo do gênero Choro, seus grandes mestres e seu repertório. Visa, acima de tudo, formar novos grupos, das apresentações com a orquestra”, informou Paulo Moura, coordenador do projeto.O violonista Sebastião Tapajós (e), falecido neste ano, será um dos homenageados

O acesso à apresentação é gratuito. Os ingressos estarão disponíveis na bilheteria do teatro uma hora antes da apresentação. O Teatro Margarida Schivasappa mantém os protocolos de segurança contra a Covid-19: apresentação do comprovante de vacinação, uso de máscara obrigatório, distanciamento social e lotação limitada a 75% da capacidade. 

Serviço: Concerto Choro do Pará, no dia 03 de dezembro (sexta-feira), as 20 h, no Teatro Margarida Schivasappa – no Centur - Avenida Gentil Bitencourt, 650, bairro Nazaré.

Texto: Ascom/FCP

Por Governo do Pará (SECOM)