Cohab entrega novas unidades habitacionais do Projeto Taboquinha

07/12/2018 00h00
Por Redação - Agência PA (SECOM)

A Companhia de Habitação do Pará (Cohab) entregou, nesta sexta-feira, 7, mais 30 unidades habitacionais do Projeto Taboquinha, em Icoaraci, que contempla a construção de moradias e infraestrutura urbana, incluindo a recuperação ambiental em torno do Igarapé Tabocão, propiciando a retomada das atividades dos pescadores da área. O projeto prevê, ainda, a entrega de mais 20 unidades habitacionais, o que deverá ocorrer em 2019.

Seu Luís França, de 85 anos, foi um dos primeiros a chegar para a entrega das unidades habitacionais do Taboquinha. Ele ficou emocionado ao receber as chaves de sua nova casa. "Hoje é um dia de alegria pra mim, agradeço a todos que trabalharam nesse projeto, para dar essa casa para nós", disse o idoso, que irá morar com a filha no novo endereço.

A entrega contou com a presença da presidente da Cohab, Lene Farinha; do chefe da Casa Civil, José Megale, e do deputado federal Celso Sabino. A presidente da Cohab, Lene Farinha, fez uma avaliação do trabalho de urbanização realizado pela Cohab na comunidade do Taboquinha. "É um projeto que saiu do papel e hoje estamos dando uma outra condição ambiental para essa população, inserida no contexto urbano de Icoaraci. Hoje essas famílias dispõem de saneamento, infraestrutura, drenagem, rede de água e esgoto. Só a recuperação desse canal do Taboquinha é uma satisfação para nós, que trabalhamos com essa população carente, vendo alguns de seus problemas sendo resolvidos. A unidade habitacional vem a reboque de tudo isso. Todas as famílias foram beneficiadas de alguma forma, ou via Cheque Moradia, ou pelo remanejamento para o Minha Casa Minha Vida ou até com a unidade habitacional construída na própria comunidade. Então é um projeto concreto, que nos dá satisfação em realizá-lo".

Com as unidades habitacionais entregues nesta sexta-feira, a Cohab totaliza 741 moradias concluídas na comunidade, retirando as famílias de uma situação de inadequação habitacional, possibilitando a melhoria da qualidade de vida. Essa é a constatação da moradora Sandra Maria Cruz Oliveira, que vai residir com a filha adolescente em um dos apartamentos. "Eu considero esse projeto excelente, porque trouxe dignidade não só para mim como para todas as famílias que moravam em casas de madeira, em cima do igarapé, sem a mínima condição", avaliou.

Sueli dos Santos Araújo, que morou no Cubatão durante 14 anos, disse que a nova moradia tem uma representação muito especial. "Essa casa representa para mim conforto e bem estar da nossa família. Agora vamos usufruir daquilo que a gente sempre sonhou e vamos poder compartilhar dessa alegria com nossos amigos. Vamos pisar em chão firme, com mais higiene. Só temos que agradecer a Deus e às pessoas que trabalharam para que isso acontecesse".

Para o chefe da Casa Civil, José Megale, esse é mais um compromisso do governo que se cumpre. "Mais que essas unidades que estão sendo entregues hoje, destacamos o projeto de urbanização, de infraestrutura, de esgoto, de energia elétrica, de esquipamentos e de todo o trabalho de resgate do meio ambiente, tirando entulhos e criando áreas de lazer, aproveitando os recursos naturais dessa área, beneficiando mais de 1.800 famílias. É um compromisso de governo que estamos hoje honrando, mas a complementação dele já têm recursos garantidos e o próximo governo terá a obrigação de concluí-lo", afirmou.