Usina da Paz Icuí-Guajará completa um mês e mais de 3 mil beneficiamentos, em Ananindeua

O complexo oferta atividades educacionais, culturais, desportivas e funciona de terça-feira a sexta-feira, das 8h às 22h; aos sábados e domingos, das 8h às 18h

25/11/2021 12h51 - Atualizada em 25/11/2021 14h41

UsiPaz Icuí-Guajará atua em conssonância com o que há de mais atual no modelo de política pública social para a redução da violênciaTransformando vidas, foi assim que a artesã, Gerlane Santos, definiu a Usina da Paz Icuí-Guajará, em Ananindeua. Ela é moradora do bairro há 30 anos e não esconde a alegria em poder fazer parte desse projeto. ‘’Esse projeto foi de Deus e está mudando a vida das pessoas aqui da comunidade, inclusive a minha", disse.

"Aqui não tínhamos um lugar desse, eu e o meu esposo estamos fazendo hidroginástica e o meu neto está na natação. Eu sempre passava por aqui e imaginava que esse espaço poderia servir para a comunidade. Eu sempre sonhei com um complexo assim, mas nunca pensei que se tornaria realidade e em tão pouco tempo’’, disse a moradora.

As moradoras da área do Icuí-Guajará em aula de hidroginástica na Usina da Paz O governador Helder Barbalho inaugurou o complexo em 20 de outubro, e, no dia seguinte, ele começou a funcionar. Segundo dados divulgados, esta semana, pela Câmara Técnica Intersetorial (CTI) do TerPaz, já foram realizados 3.806 beneficiamentos.

De acordo com o governo, este programa estadual se destaca como um modelo de política pública articulado e inovador no Brasil, que busca a redução da violência por meio da transformação social, tendo como diferencial ações integradas de secretarias estaduais e órgãos parceiros. 

Uma das turmas da oficina de produção e boas práticas de alimentos da UsiPaz Icuí-GuajaráOs moradores usufruem das instalações de dois prédios principais que ofertam diversos cursos, oficinas e atendimento público, um espaço para batedores e produtos de açaí, teatro, complexo poliesportivo, quadra de areia, piscina semiolímpica, playground, área viveiro, compostagem e horta, academia ao ar livre e estacionamento.

O gerente geral da Usina da Paz Icuí-Guajará, Alex Melul, destacou o trabalho que está sendo realizado. ‘’Estamos com um pouco mais de um mês de funcionamento e já beneficiamos milhares de pessoas e a tendência é só aumentar. Atualmente, disponibilizamos alguns serviços que são contínuos como: emissão de Rg, de certidão de nascimento, atendimento médico, odontológico, psicológico, também disponibilizamos atendimento jurídico, as bibliotecas, tanto adulto como a infantil. Além disso, temos outras atividades nas áreas de esporte, lazer, cultura, empreendedorismo, entre outros serviços’’, afirmou Alex. 

Acolhida, foi assim que a doméstica Raimunda Gomes, 64 anos, se sentiu na Usina da Paz Icuí-Guajará.‘’Aqui fui muito bem recebida e atendida, amei tudo. Esse complexo veio na hora certa porque, aqui em Ananindeua, não tínhamos um espaço assim, que está cuidando da gente’’, disse ela.  

Usina da Paz

Adolescentes e jovens praticam vôlei na Usina da Paz, que também oferece cursos livres de dança, teatro, artes marciais, entre outrosÉ um complexo comunitário integrado ao programa Territórios Pela Paz (TerPaz), coordenado pela Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac), e promove diversas atividades voltadas para o público em geral.

São ofertados mais de 80 serviços gratuitos, disponibilizados pelos órgãos e entidades parceiras do Estado. “Na Usina da Paz, os moradores podem realizar atividades esportivas; atendimento médico e odontológico; consultoria jurídica; emissão de documentos; além de cursos de capacitação técnica e profissionalizante; é um espaço feito para a comunidade se apropriar. Estamos muito felizes com esse resultado positivo em Ananindeua e que, em breve, está chegando em Belém, no bairro da Cabanagem”, ressaltou o secretário estratégico de Articulação da Cidadania, Ricardo Balestreri

O morador Erimar da Costa, 43: "Esse espaço está ajudando muito as pessoas aqui da comunidade, esse foi um projeto muito bom".Para o marmorista Erimar da Costa, 43 anos, a Usina veio trazer melhor qualidade de vida para quem mora no município de Ananindeua. "Esse espaço está ajudando muito as pessoas aqui da comunidade, esse foi um projeto muito bom. Eu já tirei a minha carteira de identidade e pretendo colocar a minha filha para fazer algum esporte’’, concluiu ele.

Também há espaços para cursos livres e de dança, teatro, robótica, artes marciais, musicalização e biblioteca. Além disso, é disponibilizado pela Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Pará (Prodepa) sinal de wi-fi gratuito para os moradores que vivem próximo à Usina da Paz.

O complexo funciona de terça-feira a sexta-feira, das 8h às 22h, aos sábados e domingos, das 8h às 18h.

Por Elizabeth Teixeira (SEAC)