Menina ganha festa de aniversário surpresa para comemorar 1 ano no Hospital Abelardo Santos, em Belém

Bebê foi transferida do Marajó, após uma fisgada de caba. A pequena guerreira passou pela UTI e aguarda cirurgia reparadora na região atingida

26/10/2021 17h39 - Atualizada em 26/10/2021 18h01

A pequena Tayssa Emanuelle comemorou seu  aniversário de um ano com festa surpresa feita pelos colaboradores do Hospital Regional Dr. Abelardo Santos (HRAS), no distrito de Icoaraci, em Belém, na última semana. Intimista mas cercada de carinho, a comemoração foi feita na copa da pediatria da unidade e contou com bolo decorado, balões personalizados, brindes, docinhos, salgadinhos e com um vestido de princesa. Tudo para não deixar passar em branco a data tão esperada pela família.

“Nossa, foi maravilhoso. Não estávamos esperando. Eles nos pegaram de surpresa. Foi emocionante. Ficamos muito felizes e agradecidos por essa equipe de profissionais de saúde tão humana”, agradeceu a artesã Maria Iracema Alves Ribeiro, de 46 anos, avó de Tayssa.

A menina está internada no Regional Abelardo Santos desde o dia 2 de setembro, devido a uma infecção causada por uma fisgada de caba na parte de trás da orelha. A lesão se espalhou para o pescoço e parte da cabeça. Tayssa foi transferida para HRAS, do município de Melgaço, no arquipélago do Marajó. Ao chegar no Hospital, a menina ficou aos cuidados da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica. Com excelente resposta ao tratamento intensivo, a bebê segue na enfermaria, mas ainda sem previsão de alta médica.

“A festinha de um ano de uma criança é esperada por toda a família. Já tínhamos planos, mas eles tiveram de ser adiados. É muito difícil estar em um hospital com uma criança. Estes pequenos gestos nos fazem sentir um conforto no coração. Foi tudo maravilhoso”, disse a avó. Tayssa Emanuelle deve passar por um procedimento cirúrgico para reconstrução da região atingida.

Organização

A supervisora de enfermagem, Adriléia Brito, participou com a sua equipe da organização. “A Tayssa é uma menina doce, meiga que tem sofrido muito com a doença. Completar seu primeiro aninho de vida internada conosco merecia a comemoração com direito a muita alegria, balões, bolo personalizado, um vestido novo e muito amor que temos a dar pra ela”, explicou.

Para Adriléia, a rotina dentro de um hospital, vai além de cuidar da parte física dos pacientes. “Nós, profissionais de saúde, cuidamos não somente do corpo e, sim, da pessoa enquanto um ser biopsicossocial. Somos gratos por ter a oportunidade de exercer nossa profissão ajudando a melhorar a vida de nossas crianças”, completou a supervisora.

HUMANIZAÇÃO  

Para o diretor executivo do Abelardo Santos, Marcos Silveira, ações como estas fazem parte da rotina da unidade, que é referência em atendimento pediátrico no Pará. “Hoje trabalhamos com profissionais de saúde que mantêm um olhar atento e humanizado aos pacientes. Recebemos pessoas de todas as classes sociais e dos 144 municípios paraenses. Cada um tem uma história, e por isso, os colaboradores fazem com que a dificuldade do momento de hospitalização seja minimizada com grandes atos como este: a festinha de 1 ano”, frisou o gestor da unidade.

Administrado pelo Instituto Mais Saúde, o Regional Abelardo Santos atende crianças na urgência e emergência pediátrica e de forma regulada para o tratamento de patologias e de cirurgias. Apenas no Pronto-Socorro infantil, são atendidos, em média, 90 pacientes por dia. “Acreditamos que é importante celebrar a vida e estabelecer uma rotina de ações de humanização. Tudo isso traz um clima diferente para o hospital e um pouco de felicidade e esperança tanto para a paciente quanto para as mães”, finalizou Silveira. 

Texto: Roberta Paraense (Ascom/HRAS)

Por Governo do Pará (SECOM)