Emater capacita 76 famílias produtoras de mandioca na Aldeia Anambé

Com o repasse de técnicas de cultivo e processamento aos produtores, o objetivo é melhorar produção de farinha em até 50%

23/10/2021 14h49 - Atualizada em 23/10/2021 15h23

Setenta e seis famílias que vivem na Aldeia Anambé, em Moju, município da Região de Integração Tocantins, que têm como principal fonte de renda a produção de mandioca, foram capacitadas em tecnologia de cultivo e processamento pela equipe do escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater-PA), com o objetivo de melhorar a produção em até 50%.A parte teórica já foi ministrada aos produtores. Em janeiro, eles participarão das aulas práticas.

A capacitação está prevista em duas etapas. "Fizemos a parte teórica agora, nos dias 20 e 21, e em janeiro retornaremos para a etapa prática, quando instalaremos uma Unidade Demonstrativa de Cultivo e Processamento", informou a técnica em Agropecuária Marizita Lima, chefe do escritório local.

De acordo com a Emater no município, na Aldeia Anambé, localizada no alto Rio Cairari, afluente do Rio Moju, residem 196 pessoas, que se dedicam à produção de farinha e a culturas de subsistência, como maxixe, abóbora, arroz e milho. As famílias também plantam mandiocaba para fazer mingau, e ainda pescam e caçam.

Produtores de mandioca durante a capacitação oferecida pela EmaterPronaf - Durante a capacitação foram repassadas orientações técnicas sobre atividades agrícolas em geral, emissão de Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento a Agricultura Familiar (DAP/Pronaf) e crédito rural.

"Os produtores demonstraram interesse em acessar o crédito rural, e então fizemos o levantamento dos dados para emissão das DAPs para, posteriormente, elaborar projeto de financiamento", disse a técnica da Emater.

Atuando no setor agropecuário estadual desde 1965, a Emater é o órgão oficial de assistência técnica e extensão rural (Ater) do Governo do Pará, e tem como missão promover o desenvolvimento sustentável por meio do conhecimento e da tecnologia, assegurando a melhoria da qualidade de vida dos produtores rurais.

Texto: Paula Portilho - Ascom/Emater

Por Governo do Pará (SECOM)