Candidatos selecionados no Programa CNH Pai D'égua realizam matrícula no interior do Estado

21/10/2021 16h51 - Atualizada em 21/10/2021 17h20

O Programa Social CNH Pai D'égua iniciou, na última segunda-feira (18), as matrículas para os candidatos selecionados. No interior do Estado, o ingresso ao programa já garantiu o benefício a mais de 80 pessoas. A iniciativa do governo do Pará, por meio do Departamento de Trânsito (Detran), objetiva garantir mais inclusão social a pessoas de baixa renda, a partir de 18 anos, com a emissão gratuita da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Para tanto, no interior do Estado, todos os selecionados devem comparecer a uma Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) para a entrega da documentação exigida no edital. 

Todos os candidatos selecionados têm até o dia 17 de dezembro para efetuar a matrícula. “É importante que os candidatos compareçam na data do agendamento e garantam logo a sua vaga, evitando, assim, possíveis problemas de última hora na repescagem”, atenta o diretor-geral do Detran, Marcelo Guedes. 

Em Marabá, ao menos 10 candidatos já garantiram o ingresso nos três primeiros dias de atendimento. Todos eles já realizaram a biometria e a marcação dos exames médico e psicotécnico. O próximo passo é iniciar as aulas de trânsito na autoescola com 100% de gratuidade. Alynne de Oliveira mora no município e já possui CNH, mas agora ela quer adicionar categoria para ter outras possibilidades de trabalho. “Fiz questão de vir logo no dia marcado pra não perder essa chance que o governo está dando para quem precisa. Foi bem rápido, um ótimo atendimento. Estou muito feliz porque vai ser mais uma porta de trabalho que se abre”, comemorou. 

Alynne de Oliveira durante atendimento no DetranAinda no sudeste do Estado, a dona de casa Eliane Santos, moradora do município de Parauapebas, também realizou a matrícula no programa. “Estou desempregada e pra mim a CNH vai ser uma oportunidade de voltar para o mercado de trabalho”, comentou. 

Para quem já se matriculou o momento é de expectativa. “Ser selecionado veio em boa hora porque adicionar a categoria B vai permitir o meu deslocamento para outras cidades, garantindo uma renda extra no meu trabalho, não vejo a hora de começar”, afirma o vendedor Edivandro Queiroz, de 27 anos, morador de Barcarena. A categoria B habilita o motorista a conduzir caminhonetes e veículo de transporte com até 8 passageiros. 

Edivandro Queiroz

O CNH Pai D'égua destina 10 mil vagas por ano, das quais 4 mil são direcionadas ao interior. Conforme estabelecido no edital, 10% do total de vagas são para Pessoas com Deficiência (PcD); 30% preferencialmente para mulheres; e 30% para estudantes entre 18 e 25 anos, desde que tenham concluído o ensino médio.

Por Leidemar Oliveira (DETRAN)