Moradores de Quatipuru recebem serviços do 'Cidadania por Todo o Pará'

O projeto, executado pela Fundação ParáPaz, também ofereceu atendeu demandas de moradores de Ananindeua

04/10/2021 18h47 - Atualizada em 04/10/2021 23h29

Durante dois dias, moradores de Quatipuru foram beneficiados com serviços de cidadania e saúdeO Programa “Cidadania por Todo o Pará” esteve, pela primeira vez, no município de Quatipuru, a 210 km de Belém, na região Nordeste, com uma série de atendimentos gratuitos aos moradores. Foram dois dias de programação - no domingo (03), na Escola Carlos Jeha Kayath, na Vila Boa Vista, e nesta segunda-feira (04), na Escola Menino Jesus -, dentro das comemorações pelo aniversário de emancipação do município.

As ações, executadas pelo governo do Estado, por meio da Fundação ParáPaz, contaram com a parceria de vários órgãos estaduais, como Secretaria de Saúde Pública (Sespa), Defensoria Pública do Estado, Polícia Civil e Prodepa (Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará).

Quatipuru tem uma população de aproximadamente 13 mil habitantes, e a pesca é uma das principais fontes de renda. Ocupados no trabalho, muitos pescadores estavam com seus documentos inválidos. Edival Silva, 54 anos, usava uma carteira de identidade expedida há 35 anos. Com a ação, ele conseguiu ter acesso a um novo RG.Famílias em situação de vulnerabilidade também recebem cestas de alimentos

“Passo muito tempo embarcado e não tenho tempo livre pra ir atrás disso. Mesmo sabendo que precisava, sempre deixava pra depois, e depois nunca chegava. Ninguém aceitava mais porque eu tinha 19 anos quando tirei a identidade; pela foto já dá pra ver. Quando eu soube que o governo vinha tirar a identidade eu me programei pra tá aqui, e graças a Deus consegui sem pagar nada por isso”, contou o pescador.

Saúde e assistência - Além da emissão de 600 carteiras de identidade, 2ª via da certidão de nascimento e outros documentos, os moradores tiveram outros serviços à disposição, como atendimentos em saúde, palestras educativas sobre saúde bucal e cadastro para o recebimento de cadeiras de rodas e próteses – serviço muito procurado.

O Projeto “Entre Elas”, que desenvolve um trabalho de conscientização com o público feminino por meio de roda de conversa, com a participação de uma equipe multidisciplinar, reuniu mais de 150 mulheres.

Com atividades esportivas e educativas, o Projeto “Espaços Abertos” garante inclusão social a pessoas de todas as idades. Crianças receberam brindes em comemoração ao Dia das Crianças.O acesso à emissão de documentos é um dos serviços mais procurados nas ações de cidadania

Durante as ações itinerantes realizadas pelo Estado, centenas de cestas de alimentos são entregues a famílias em situação de vulnerabilidade. Em Quatipuru, 150 famílias foram beneficiadas. 

Ananindeua - Simultaneamente, no domingo (03) o município de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém, também ofereceu uma série de serviços essenciais à população na Escola Prof. Maria Helena Valente Tavares.

A moradora do Distrito Industrial Luciana Guedes, 36 anos, foi ao local com a família em busca de documento para o filho. “Enfrentei muita dificuldade em outros lugares para emitir a carteira para pessoa com deficiência do meu filho de 17 anos, e hoje consegui, de maneira fácil e rápida, e me sinto muito aliviada. Meu netinho de 8 meses se consultou também. Deu tudo certo. Resolvi tudo em um só lugar”, disse Luciana.

Por Nathalia Mota (PARAPAZ)