Sedop apresenta detalhes do projeto de revitalização do Mangueirão para o público feminino

O governo do Estado quer garantir, após as obras no estádio, um espaço mais seguro e confortável às torcedoras

02/10/2021 10h35 - Atualizada em 02/10/2021 12h40

Representantes das secretarias estaduais de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop) e de Esporte e Lazer (Seel) participaram, na noite da última sexta-feira (1º), de um encontro promovido pelo Movimento Feminino de Arquibancada (MFA). Com o tema "A Reforma do Mangueirão À Luz da Mulher Torcedora", o encontro teve como objetivo discutir a participação das mulheres em ambientes esportivos. Foram apresentados detalhes sobre o projeto de reforma do estádio Mangueirão e o que está sendo feito pelo governo do Estado para garantir um espaço mais seguro e confortável às torcedoras paraenses.O governo do Estado ouve o público feminino para atender às demandas das frequentadoras do estádio Mangueirão

Também participaram do encontro representantes do Ministério Público Estadual, do Clube do Remo, Paysandu Sport Club e Tuna Luso Brasileira e membros de torcidas organizadas, além da deputada estadual Marinor Brito, que destacou a importância de garantir que o novo Mangueirão ofereça mais estrutura e segurança para as mulheres.

“Nós precisamos, antes que a reforma esteja concluída, saber se as preocupações levantadas pelas mulheres que frequentam o estádio de futebol estão incorporadas ao projeto. É preciso ouvir os anseios das mulheres, para que a funcionalidade do novo estádio permita o nosso direito de ir e vir com rapidez e segurança”, disse a parlamentar.Secretário adjunto da Sedop, Arnaldo Dopazo

Conforto e respeito - Representante da Sedop, o secretário adjunto de Obras Públicas, Arnaldo Dopazo, ressaltou o compromisso do Governo em garantir que o novo Mangueirão ofereça a estrutura necessária às frequentadoras. “É nossa obrigação, enquanto Governo do Estado, atendê-las; dar conforto e respeito para as torcedoras. Estamos abertos a discussões sobre o projeto de reforma do estádio. As ideias dadas aqui serão avaliadas. Tudo para melhor atender as torcedoras paraenses”, afirmou o gestor.

A obra do no Mangueirão garantirá a completa reestruturação do estádio, incluindo renovação geral da pintura, reforma geral de banheiros e bares, substituição dos assentos das arquibancadas, substituição do gramado e piso da pista de atletismo, ampliação das áreas de circulação e adequação dos espaços atendendo às normas atuais de federações nacionais e internacionais de futebol. O estádio também terá sua capacidade ampliada para mais de 50 mil espectadores. O projeto tem previsão de conclusão para o final de 2022.

Por Matheus Rocha (SEDOP)