Paraenses faturam 8 medalhas no Campeonato Virtual Mundial de Ginástica Artística

As ginastas integram o Programa Talentos Esportivos, da Secretaria de Esporte e Lazer (Seel), e conquistaram 4 medalhas de ouro; 2, de prata; e 2, de bronze

29/09/2021 13h14 - Atualizada em 29/09/2021 14h29

Com o apoio institucional da Seel, ginastas paraenses foram ouro, prata e bronze no Campeonato Virtual Mundial de Ginástica Artística Em uma competição online com 13 ginastas, representantes do Pará participaram do Campeonato Virtual Mundial de Ginástica Artística. As meninas fazem parte do programa Talentos Esportivos, da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), e conquistaram oito medalhas, sendo quatro de ouro, duas de prata e duas de bronze. A 2° Copa das Américas de Ginástica Artística foi realizada entre os dias 21 a 26 de setembro.  

Na faixa etária de nove a 15 anos, as atletas disputaram em quatro níveis, onde os jurados avaliaram as séries de solo, de acordo com os movimentos obrigatórios de seus níveis. No primeiro lugar, ficaram as atletas Dafni Tavares (categoria 9-10 anos), Juliana Ramos (categoria 13-14 anos), Calina Mendes (categoria 15 anos) e Stephany Garcia (categoria 13-14 anos).

As medalhas de prata foram conquistadas por Alícia Lisboa (categoria 11-12 anos) e Luana Fernandes (categoria 13-14 anos). Com o bronze ficaram as ginastas Bruna Borcem (categoria 13-14 anos) e Thaviny Campelo (categoria 13-14 anos).

Após o fim da disputa, os sorrisos estampados nos rostos se transformaram no sentimento de dever cumprido e gratidão. Também participaram da competição Lorena Eloá (categoria 9-10 anos), e Letícia Borcem (categoria 13-14 anos). As duas em 4° lugar. Já na quinta posição ficaram Ana Souza (categoria 9-10 anos), Rita Nascimento (categoria 11-12 anos), Thaciany Nascimento (categoria 13-14 anos).

“Os resultados alcançados pelas alunas dos Talentos Esportivos vêm reforçar o compromisso tanto do professor quanto das atletas em dar continuidade aos treinamentos e aulas, ainda que na pandemia não tenha sido possível realizar as aulas presenciais. Mas, os trabalhos continuaram de suas casas, sendo orientadas, o que garantiu os resultados alcançados”, disse a diretora técnica de Esporte e Lazer

Cidadania - O Programa Talentos Esportivos visa a contribuir para o desenvolvimento dos esportes no Pará, evidenciando a integração social, a promoção da saúde e o desenvolvimento da cidadania de crianças, adolescentes, jovens e adultos.

O programa já assistiu 800 alunos nos núcleos da Universidade do Estado do Pará (Uepa) e do Estádio Olímpico do Pará (Mangueirão), com aulas gratuitas em diversas modalidades, como futsal, voleibol e ginástica artística.

Segundo o professor Ulisses Lima, a competição tem como objetivo principal fomentar e motivar a prática da ginástica. “Nesse período em que as atividades estavam paradas precisei incentivar as meninas para que elas não perdessem o gosto pela ginástica. Essas competições são para que elas continuem motivadas. Foi muita festa entre as atletas e familiares”, finaliza o professor.  

*Texto de Bianca Rodrigues (Ascom Seel).

Por Governo do Pará (SECOM)