Emater capacita mulheres do Combu em artesanato com material reciclável para diversificar renda

Oficina irá apresentar uma alternativa de geração de renda e ainda promover a prática de ações sustentáveis

22/09/2021 09h42 - Atualizada em 22/09/2021 10h46

Dez produtoras rurais da Comunidade do Igarapé Piriquitaquara, na Ilha do Combu, a 15 minutos de barco da capital paraense, participarão da oficina de artesanato com material de reciclagem, que será realizada pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater-PA) nesta quinta-feira (23). O objetivo é apresentar uma alternativa de geração de renda e ainda promover a prática de ações sustentáveis.

A oficina será ministrada pela técnica da Emater, Teodora Golonhesky Luz da Silva, no horário de 9h ao meio-dia, tendo como principal material o papelão, que é encontrado descartado e que contribui para poluir o meio ambiente, porém, com técnica de artesanato pode ser transformado em belas embalagens de presente e possibilitar um acréscimo inicial de 5% no orçamento familiar da mulher capacitada.

“Com esse material de reciclagem que é facilmente encontrado em descarte, são confeccionadas embalagens que podem ser comercializadas nos valores entre R$10 a R$15, a depender do tamanho, o que representa um acréscimo da renda da família com essa atividade alternativa”, ressaltou o engenheiro agrônomo, Lucival Chaves, técnico do escritório local da Emater - Belém.

Na comunidade, assistida com as ações de ATER pelo governo estadual há 10 anos, vivem 20 famílias que se dedicam à cadeia produtiva do açaí.

Além de contribuir com a geração de renda para a comunidade, a ação reafirma a missão da Emater no Estado do Pará que tem como foco a promoção do desenvolvimento sustentável através do conhecimento, tecnologia, por meio da assistência técnica e extensão rural, assegurando a melhoria da qualidade de vida da sociedade rural e comunidades da Amazônia.

Texto: Paula Portilho/Ascom Emater

Por Luana Laboissiere (SECOM)