Hospital Jean Bitar esclarece dúvidas de usuários sobre Programa Obesidade Zero

O Programa, criado e executado pelo Governo do Pará, já atendeu cerca de 5 mil pessoas, realizando 169 cirurgias bariátricas

21/09/2021 22h00 - Atualizada em 22/09/2021 09h32

O Hospital Jean Bitar (HJB), em Belém, realizou sua primeira atividade de “Integração do Usuário do Programa Obesidade Zero” na segunda-feira (20), por meio da ação “Caminho para uma vida saudável: Programa Obesidade Zero no Hospital Jean Bitar”. A iniciativa do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP) e do Grupo de Trabalho de Humanização (GTH), em parceria com a equipe multiprofissional, formada por médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas e assistentes sociais, tem os objetivos de informar sobre o funcionamento do Programa no HJB, e garantir a oportunidade aos usuários de sanar dúvidas diretamente com os profissionais que os acompanharão em todas as fases do pré e pós-operatório da bariátrica.

Segundo a gerente Assistencial do HJB, Alexandra Santos, a ação surgiu a partir das reuniões frequentes com a equipe multidisciplinar, quando são relatadas as dúvidas que os usuários do Programa têm quando chegam ao Hospital.Os profissionais explicaram todas as fases do pré e pós-operatório da bariátrica

Eles não sabem como funciona o Programa Obesidade Zero, os critérios, o tempo necessário e as fases que antecedem o procedimento cirúrgico. As informações constam da cartilha disponível no site do Programa, assim como a portaria específica do Ministério da Saúde. Os profissionais usam linguagem mais acessível, a fim de esclarecer as dúvidas imediatamente.

Aprovação - Para a usuária do Programa Hydee Araújo Gomes, 32 anos, moradora do município de Tucumã, na região Sudeste, “foi muito bom” ter acesso às informações repassadas pela equipe multiprofissional. Apesar de ter feito muitas pesquisas na internet sobre cirurgias bariátricas, há fluxos de atendimentos e fases de tratamentos que desconhecia.

“Muito importante saber como acontece o funcionamento do Programa Obesidade Zero dentro Hospital Jean Bitar. Melhor ainda saber que quem nos informou foram alguns dos profissionais que irão nos acompanhar durante todo o processo de pré e pós-cirurgia bariátrica. Agora não tenho mais dúvidas, e ainda tenho inúmeras informações importantíssimas. Me sinto mais certa e confiante de que a minha escolha em me inscrever nesse programa foi realmente a melhor que fiz. O HJB está de parabéns pela iniciativa", ressaltou a usuária.

Segundo o diretor Executivo do Hospital Jean Bitar, Giovani Merenda, é muito importante que os usuários do Programa tenham acesso às informações de todas as fases, inclusive o pós-operatório. “A nossa equipe multiprofissional começou a realizar a integração aos usuários para que tenham oportunidade de sanar todas as dúvidas junto aos profissionais que passarão a acompanhá-los em todo o tratamento, para que dessa forma sintam mais segurança e confiança. É muito importante que eles saibam exatamente sobre tudo o que envolve o tratamento. Aproveitamos para parabenizar toda a equipe multiprofissional do Hospital Jean Bitar pelo brilhante trabalho em prol da população paraense”, destacou o diretor.

Em apenas um ano de funcionamento, o Programa Obesidade Zero, instituído pelo governo do Estado, já atendeu cerca de 5 mil pessoas, contabilizando 169 cirurgias bariátricas, com previsão de ainda este ano fazer mais 173 cirurgias já agendadas.Usuários esclareceram dúvidas sobre o Programa Obesidade Zero realizado no Hospital Jean Bitar

Política de Estado - O Programa Obesidade Zero é coordenado pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) com o objetivo de acelerar o acesso gratuito à cirurgia bariátrica para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). A iniciativa faz parte de uma política de Estado denominada Fila Zero, que tem a finalidade de acabar com as filas para atendimentos especializados. Em apenas um ano de funcionamento, o Programa já atendeu 4.465 pessoas e realizou 159 cirurgias bariátricas.

A cirurgia bariátrica é considerada um dos mais importantes tratamentos contra a obesidade grau 3. O procedimento consiste na gastroplastia, a redução do tamanho do estômago, com o objetivo essencial de perda de peso. O procedimento é indicado para pessoas que têm Índice de Massa Corporal (IMC) igual ou superior a 40 kg/m2, e para IMC entre 35 e 40 kg/m2, que tenham, pelo menos, uma doença associada à obesidade - diabetes, hipertensão arterial, colesterol alto, gordura no fígado, artrose ou doenças dos vasos nas pernas.

Para participar do Programa Obesidade Zero o candidato deve acessar o site www.obesidadezero.pa.gov.br.

Serviço: O Hospital Jean Bitar integra a rede de saúde do Governo do Pará. É administrado pelo Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). O Hospital fica na Rua Cônego Jerônimo Pimentel, no bairro Umarizal, em Belém.

Texto: Joelza Silva - Ascom/HJB

Por Governo do Pará (SECOM)