"Forma Pará" recepciona calouros de Abel Figueiredo, no sudeste do Pará

Oferta de vagas no município é resultado de parceria entre a Sectet, a Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e a Prefeitura Municipal

21/09/2021 12h08 - Atualizada em 21/09/2021 12h16

Na noite da última segunda-feira (20), os calouros do curso de administração, ofertado pelo "Forma Pará", participaram da aula magna do curso realizada no município de Abel Figueiredo, no sudeste paraense. O programa do Governo do Estado é executado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet). 

A oferta de vagas em Abel Figueiredo é fruto de uma parceria firmada entre o "Forma Pará", por meio da Sectet, a Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e a Prefeitura Municipal.  

Estiveram presentes na cerimônia o prefeito do município, Antônio dos Santos Calhau; o consultor técnico do Forma Pará, Francivaldo Nunes, representando o governador Helder Barbalho e o titular da Sectet, Carlos Maneschy; além de vereadores, secretários municipais e representantes da coordenação do curso que será realizado pela Unifesspa.

Na ocasião, o professor Francivaldo Nunes ressaltou a oportunidade que cada um dos calouros poderá ter para mudar a sua vida, de sua família e da região. “Daqui a alguns anos, vamos ter administradores capazes de desenvolver ainda mais a economia da região e pensar o desenvolvimento deste município para que ele seja próspero”, comemorou.

Seguindo o mesmo pensamento, o prefeito Antônio Calhau lembrou que foi feito um grande esforço coletivo para a realização do curso no município, por meio das parcerias firmadas. Ele aproveitou para parabenizar os estudantes e pontuar que o curso será bom também para o progresso de Abel Figueiredo.

Os calouros foram aprovados no processo seletivo especial relativo à chamada 2020 do Forma Pará, cuja prova ocorreu em julho deste ano. O programa é executado de maneira inovadora, unindo esforços do governo do estado, IES públicas, prefeituras e organizações sociais. O objetivo é reduzir o déficit de acesso à formação superior, além de mobilizar esforços para aumentar o número de cursos ofertados pelas Instituições no estado.

 

"Forma Pará"

Nos três anos de execução, incluindo a chamada de 2021, lançada em junho, o programa "Forma Pará" já contabiliza a oferta de cerca de 4.000 vagas em cursos de graduação em áreas de licenciatura, bacharelado e tecnológico. Mais de 50 municípios em 11 das 12 regiões de integração do estado já foram alcançados. Para os moradores dessas regiões, o "Forma Pará" representa uma porta de acesso à qualificação profissional. A cada etapa, são atendidas as demandas de determinado número de municípios com novos cursos em localidades diferentes.

Os dados levantados pela equipe do programa mostram que, além dos municípios que recebem os cursos, outros também são contemplados, pois facilita o acesso ao curso superior de estudantes moram em localidades próximas ou em municípios da mesma região. A divulgação do edital para inscrição no processo seletivo relativo à chamada 2021 está prevista para o mês de outubro e a prova deve ocorrer em novembro.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet) 

Por Fernanda Graim (SECTET)