Área de proteção ambiental recebe viveiros de mudas florestais e agrícolas

17/09/2021 16h54 - Atualizada em 17/09/2021 17h26

O Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (IDEFLOR-Bio), por meio da Gerência Regional Administrativa do Xingu, promoveu a implantação de mais 11 viveiros de mudas florestais e agrícolas na Área de Proteção Ambiental (APA) - ‘Triunfo do Xingu’, no período de 24 de agosto até a primeira quinzena de setembro. A ação ocorreu nas localidades de Vila Canopus, Vila dos Crentes, Vila Xadá e Vila Clariane, em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEMAGRI) do município de São Félix do Xingu, parceiros na logística até a APA, Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS) e a Equipe do Escritório Regional Administrativo de Carajás pertencente ao IDEFLOR-Bio, que disponibilizaram os técnicos para apoio na construção dos viveiros.

De acordo com a Presidente do IDEFLOR-Bio, Karla Bengtson, através desses viveiros as famílias das comunidades rurais da APA -Triunfo do Xingu terão a oportunidade de ampliar suas áreas produtivas, fazendo com que os mesmos tornem-se disseminadores das técnicas de construção dos viveiros e também da produção de mudas para composição dos Sistemas Agroflorestais - (SAF’s).

O público atendido foi de produtores beneficiados pelo Projeto Paisagens Sustentáveis da Amazônia(PSAM) e produtores locais. Também foram distribuídas sementes florestais como copaíba, jatobá, sucupira, muruci e sementes de açaí para os participantes do curso, além da entrega do “kit” contendo caixa d’água, regadores, tesoura de poda, saco para produção de mudas, pá, enxada e outras ferramentas, que complementam as atividades de produção de mudas para as famílias contempladas com os viveiros. Foram realizadas também, capacitações sobre “Produção de Mudas Florestais Nativas” em duas comunidades, sendo uma na Vila Canopus e outra na Vila dos Crentes.

Segundo Dilson Lopes, Gerente da Região Administrativa do Xingu, "promover mais uma etapa do Projeto Paisagens Sustentáveis da Amazônia é gratificante, tanto para as famílias que estão sendo beneficiadas, quanto para os técnicos que representam o IDEFLOR-Bio”.

"Me sinto contemplado e feliz com o viveiro que foi instalado pelos técnicos do IDEFLOR-Bio, pois iremos ter um local mais apropriado para produzir nossas mudas, além do aumento da renda familiar de todos os produtores, tornando o projeto e a parceria extremamente valiosa", disse, Abizaliel Silva das Chagas, produtor contemplado pelo projeto.

Por Aldirene Gama (IDEFLOR-BIO)